Jump to content

bRO e gachas: O quanto consegue ser "cruel"?


Chihaya Kisaragi

Recommended Posts

久しぶりだな。こちら千早。[Já faz um bom tempo. Aqui é Chihaya.]

Fiquei sabendo que o Ragnarok Origin chegou no Brasil. Aparentemente, muitas pessoas tem se queixado do original e alegam que o novo jogo mobile está "melhor". Mas sinceramente, não tenho tanta certeza. Esse jogo já está no Japão há alguns anos, mas não tem notas razoavelmente boas. Além disso, levemos em conta que é um jogo de um dos nichos mais consumistas do mundo (ou senão o mais mesmo).

De qualquer forma...

images.jpeg.025544d974f5bcdaa8e1a526fb503c19.jpeg

Cosmic League (Cosmic Break 2 no Japão),  The iDOLM@STER Million Live Theater Days, The iDOLM@STER Shiny Colors, The iDOLM@STER Shiny Colors Song for Prism, Blue Archive, Fire Emblem Heroes, Genshin Impact, Ragnarok The Lost Memories...

Essa é uma pequena lista de gacha games que estive jogando ou já joguei. Provavelmente, devo ter esquecido algum. O primeiro não durou um ano no Brasil, e a maioria é jogo japonês ou que ainda bomba no mundo. 

Enfim, pra referência, em alguns casos, o gacha dos jogos chega a ser impiedoso (como é o caso do Cosmic Break, que sequer tem sistema de piedade). Também diria que é o mesmo caso do Ragnarok The Lost Memories.

A maioria tem alguns atributos em comum. Login bônus, micro transações, passe de batalha, jogo automático, e a parte mais agridoce (ou completamente amarga mesmo) que é o gacha. Em alguns casos, o P2W já está meio que na cara. Em outros, colocar dinheiro é opcional, como Genshin Impact.

Com essas referências, posso dizer que mesmo pro servidor Thor do bRO, que é dito como o servidor mais desprovido de direitos, o jogo está generoso. P2W e cruel? Talvez. Ok, não nego a existência de problemas da empresa também. Mas também não acho que seja pra tanto.

E sobre o Valhalla, diria que tanto faz. O próprio bRO já seguiu por esse caminho. Já chegaram a cogitar colocar o passe de batalha. Mas aí também é válido questionar se o pessoal quer pagar por mais isso além do VIP e as micro transações que chamam de ROPs.

Enfim, agradeço a leitura até aqui e a compreensão.

PS: Ragnarok The Lost Memories já vai encerrar seus serviços.

PS2: Já cheguei a jogar o Ragnarok Origin e criei uma odalisca. É até interessante, mas aí eu teria que partilhar o pouco tempo com outros 2 jogos que ainda jogo pra me aprimorar no japonês. Mas posso dizer que tem características de um gacha game genérico.

PS3: Não sei aonde a Gravity quer chegar com tantos jogos de Ragnarok. (Sim... tantos jogos. Tem muito mesmo.)

Chihayasign.jpg.1e5bddf2f8b3a4da929e14cce214db9f.jpg

Link to comment
Share on other sites

12 horas atrás, Chihaya Kisaragi disse:

PS: Ragnarok The Lost Memories já vai encerrar seus serviços.

Isso é o que me quebra de jogar outros rags!

E o fato da empresa querer sugar até a ultima gota de sangue da franquia, com um monte de jogos genéricos, tentando repetir o sucesso do original!
Que focasse no original, e fizesse dele algo melhor, o lucro vem certo e compensando todos esses outros fracassos.

@Chihaya Kisaragi Bem vindo de volta ao Fórum!

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Tinha aquele outro RO mobile no Brasil, não? Eternal Love. Eu cheguei a jogar um tempo, mas era muito automatizado e ficou entediante.

Acho que MMORPG não funciona em mobile, a cultura do mobile é muito diferente, muito automático, muita roleta, provavelmente em parte por causa das limitações de interação com o dispositivo, mas basicamente se joga de menos e roleta demais. Podiam fazer que nem nos animes e partir logo pro VR.

Não sou contra a existência de roletagem ou compra de vantagens em si, o que não é legal é ter só isso, ou focarem apenas nisso e esquecerem todo o resto, acredito que seja possível fazer algo mais equilibrado, com o jogador se divertindo e eventualmente gastando com o jogo sem culpa ou frustração.

Mas acho que é como a galera costuma falar, que é uma nova tendência geral, ou que o mundo mudou, até mesmo o suposto sucessor espiritual do RO não teve tanto sucesso, e outras promessas nos campo dos MMORPG que vieram depois parecem não ter durado muito.

É algo meio contraditório também, antigamente a tecnologia era bem mais limitada mas conseguiram fazer jogos que são considerados grandes masterpieces em consoles, enquanto hoje em dia tem muito mais recurso tecnológicos com visual mais realista ou apelativo mas os jogos parecem que vão ficando cada vez mais simples e fracos.

  • Like 1

coldwolf.gif

Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Vlad Dracull disse:

Isso é o que me quebra de jogar outros rags!

E o fato da empresa querer sugar até a ultima gota de sangue da franquia, com um monte de jogos genéricos, tentando repetir o sucesso do original!
Que focasse no original, e fizesse dele algo melhor, o lucro vem certo e compensando todos esses outros fracassos.

@Chihaya Kisaragi Bem vindo de volta ao Fórum!

acho que a gravity em si nem encosta nesses jogos mobile, só vendem o nome e a ideia do original e a galera que comprou vai la e enfia um monte de gachas, modos automáticos e etc que tem de monte em vários jogos mobiles

  • Like 1

khtome3.png

Link to comment
Share on other sites

20 horas atrás, Vlad Dracull disse:

Isso é o que me quebra de jogar outros rags!

E o fato da empresa querer sugar até a ultima gota de sangue da franquia, com um monte de jogos genéricos, tentando repetir o sucesso do original!
Que focasse no original, e fizesse dele algo melhor, o lucro vem certo e compensando todos esses outros fracassos.

@Chihaya Kisaragi Bem vindo de volta ao Fórum!

Isso no final só cria repulsa entre os jogadores mais hardcores e e cria esse efeito que ragnarok é descartável. A Gravity parece esses adms de server private, abre, milka e depois quando  não ta mais dando lucro, joga fora.
Pelo menos o BRO por mais mercenário que seja continua de pé graças a comunidade, é o que temos, e é o que eu depois de muito tempo aprendi a valorizar

Edited by DaniBlury
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

A Gravity faz muuuuuuita grana com esses jogos mobile. Tem váaaarios. Muitos deles nem sequer lançam no ocidente. Alguns são feitos pela própria Gravity, outros pela GungHo (que tem a maioria das ações da Gravity), outros por terceiros que pagam pelo direito da propriedade intelectual.

Eu acho que a Gravity não pensa muito a longo prazo. O que serve pra eles é fazer o máximo possível, o mais rápido possível. Se o Ragnarok clássico quebrar e todos os jogos mobile da Gravity fracassarem, eles vão investir em alguma outra coisa, nem precisa ser na área de jogos.

De todos os Gacha que já joguei, o Genshin Impact é o que tem o melhor sistema.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 3/15/2024 em 6:51 AM, Chihaya Kisaragi disse:

PS3: Não sei aonde a Gravity quer chegar com tantos jogos de Ragnarok. (Sim... tantos jogos. Tem muito mesmo.)

farmar dinheiro com o licenciamento da IP porque ragnarok online é um jogo que onde a playerbase não está em declínio, está estagnada.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

O estranho que eles não conseguiram criar uma linha de produtos oficiais fora do PC, tipo figures, pelúcia, acessórios e tal pra "franquia". As poucas coisas que lembro são de mais de 10 anos, o anime, o Nendoroid da AB, alguns jogos de console. No Brasil só teve umas colaborações publicitárias como aquela Caixa Azul com a "finada" Blockbuster, ou coisa do tipo, mas não cheguei a ver alguma indústria de brinquedo pegando pra fabricar coisa do RO como fizeram antigamente com animes e tokusatsu.

  • Like 1

coldwolf.gif

Link to comment
Share on other sites

Sobre os recentes jogos de Ragnarök , a Gravity descobriu que—por causa da GungHo com seu Pazudora—esses JOGOS DE BINGO disfarçados dão muito dinheiro, muito dinheiro mesmo. Só que depois do fracasso do Ragnarök II e a briga que levou ao desenvolvimento do Granado Espada ela não tem mais condições de entrar nessa aventura de desenvolver jogos, então licenciou o Ragnarök para qualquer fuleiro chinês (nada contra os chineses) fazer seus JOGOS DE BINGO com aparência de Ragnarök.

Isso não é coisa séria e não ameaça, tão pouco tem poder de atrair, jogadores de Ragnarök; quem jogou sabe quão diferentes de Ragnarök Online esses jogos são e, por mais que seja interessante perceber os gráficos novos e tal, a diferença entre esses jogos e o Ragnarök Online é tão grande que o próprio fator nostalgia faz com que torne-se inviável permanecer ali.

O "The Lost Memories", que foi desenvolvido por uma empresa comprada pela Gravity, é decente, divertido no começo e não tão estranho como os demais, mas é muito inferior enquanto jogo-alternativo se comparado com o Ragnarök para Nintendo DS desenvolvido pelos japoneses. O TLM perdeu a chance quando optou por chamar atenção negativa demais dos jogadores com aquele lançamento pi-ca-re-ta para microcomputadores que fizeram, mesmo eu que já havia parado de jogar, ficar com nojo.

Por fim, os coreanos não ligam, eles só querem dinheiro, como o @Squirt falou, o Ragnarök é um jogo estagnado, conta com jogadores fieis, mas zero jogadores novos, esses jogos novos não servem para nada que não seja preencher o bolso, a altíssima rotatividade de jogadores faz com que daqui um ou dois anos fecham enquanto o Ragnarök Online permanece vivo. 😅 É, vivo... Vivo, mas vivo. 

Edited by Karim Khan Kirmani
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Olá, companheiro. Bom ver que está bem.

Vejo que continuamos concordando em discordar em algumas coisas, mas obviamente tudo bem.

Bom, sobre o tópico, eu não vejo como o Thor, ou bRO, ser "generoso" comparado a jogos, como você mesmo admite, mobile gacha P2W (não que eu concorde que todos aí sejam, mas aí é outra história), pode ser algo bom. Apenas talvez, valesse outras comparações. Se bem que, apesar de exemplos 1 quadrilhão de vezes melhores, eu não chamaria de referência o caminho que a indústria anda tomando, de qualquer jeito.

Não joguei o Origins, nem mesmo agora que foi pra PC (? pelo que vi falando). Mas as artes são bonitas. Ia dizer que seria legal um tópico sobre ele e sobre as características que comentou, mas ultimamente não tenho tido tanto tempo livre, injusto sugerir um trabalho pra algo que não sei quando iria ler

Edited by Vanargand
Link to comment
Share on other sites

Já tou vendo uma galera quitar do novo (q eu passei longe) por "descobrirem" que o jogo é pay2win

Vai gerar muito dinheiro com gatcha e morrer em alguns meses assim como os outros q usaram a ip do rag

Eu não vejo dificuldade em criar um jogo q fidelize a galera e gere receita, que colocar gatcha? Põe mas deixa o p2w de lado, deixa só pra itens visuais colocando os com mais apelo com porcentagem baixa e pronto, mina de dinheiro infinito

Esses jogos ai (assim com o original) se perderam totalmente, todo conteúdo q é lançado da nojo, um desrespeito ao material base (que tantos se referem como "a alma") do jogo, Ragnarok morreu desde o renewal infelizmente

é uma pena porque o jogo original tem uns conceitos unicos e simples que ganham os jogadores por isso mas parece que a franquia tá amaldiçoada, qualquer empresa q toque nela estraga tudo sem entender o que faz de Ragnarok Online ser ter sido tão amado

  • Like 1

"Há noites em que os ventos do etéreo, tão convidativos, em sua promessa de voo e liberdade, enchem o espírito de alegria."

Link to comment
Share on other sites

Em 3/16/2024 em 7:17 AM, Vlad Dracull disse:

Isso é o que me quebra de jogar outros rags!

E o fato da empresa querer sugar até a ultima gota de sangue da franquia, com um monte de jogos genéricos, tentando repetir o sucesso do original!
Que focasse no original, e fizesse dele algo melhor, o lucro vem certo e compensando todos esses outros fracassos.

@Chihaya Kisaragi Bem vindo de volta ao Fórum!

Imagino. 

A princípio, até pensei que estão tentando criar diversas variedades do mesmo, assim como fazem outras franquias. Embora estejam falhando.

E... agradeço.

Em 3/16/2024 em 8:01 AM, NocturnalWolf disse:

Tinha aquele outro RO mobile no Brasil, não? Eternal Love. Eu cheguei a jogar um tempo, mas era muito automatizado e ficou entediante.

Acho que MMORPG não funciona em mobile, a cultura do mobile é muito diferente, muito automático, muita roleta, provavelmente em parte por causa das limitações de interação com o dispositivo, mas basicamente se joga de menos e roleta demais. Podiam fazer que nem nos animes e partir logo pro VR.

Não sou contra a existência de roletagem ou compra de vantagens em si, o que não é legal é ter só isso, ou focarem apenas nisso e esquecerem todo o resto, acredito que seja possível fazer algo mais equilibrado, com o jogador se divertindo e eventualmente gastando com o jogo sem culpa ou frustração.

Mas acho que é como a galera costuma falar, que é uma nova tendência geral, ou que o mundo mudou, até mesmo o suposto sucessor espiritual do RO não teve tanto sucesso, e outras promessas nos campo dos MMORPG que vieram depois parecem não ter durado muito.

É algo meio contraditório também, antigamente a tecnologia era bem mais limitada mas conseguiram fazer jogos que são considerados grandes masterpieces em consoles, enquanto hoje em dia tem muito mais recurso tecnológicos com visual mais realista ou apelativo mas os jogos parecem que vão ficando cada vez mais simples e fracos.

Ah, sim. Ragnarok M Eternal Love (Ragnarok Masters no Japão). 

E... Entendo. É, aparentemente, misturar Ragnarok com elementos de gacha game daria nisso.

Em 3/17/2024 em 5:53 AM, Citizen disse:

A Gravity faz muuuuuuita grana com esses jogos mobile. Tem váaaarios. Muitos deles nem sequer lançam no ocidente. Alguns são feitos pela própria Gravity, outros pela GungHo (que tem a maioria das ações da Gravity), outros por terceiros que pagam pelo direito da propriedade intelectual.

Eu acho que a Gravity não pensa muito a longo prazo. O que serve pra eles é fazer o máximo possível, o mais rápido possível. Se o Ragnarok clássico quebrar e todos os jogos mobile da Gravity fracassarem, eles vão investir em alguma outra coisa, nem precisa ser na área de jogos.

De todos os Gacha que já joguei, o Genshin Impact é o que tem o melhor sistema.

 

Em 3/17/2024 em 10:28 AM, Squirt disse:

farmar dinheiro com o licenciamento da IP porque ragnarok online é um jogo que onde a playerbase não está em declínio, está estagnada.

 

Em 3/19/2024 em 12:42 PM, Karim Khan Kirmani disse:

Sobre os recentes jogos de Ragnarök , a Gravity descobriu que—por causa da GungHo com seu Pazudora—esses JOGOS DE BINGO disfarçados dão muito dinheiro, muito dinheiro mesmo. Só que depois do fracasso do Ragnarök II e a briga que levou ao desenvolvimento do Granado Espada ela não tem mais condições de entrar nessa aventura de desenvolver jogos, então licenciou o Ragnarök para qualquer fuleiro chinês (nada contra os chineses) fazer seus JOGOS DE BINGO com aparência de Ragnarök.

Isso não é coisa séria e não ameaça, tão pouco tem poder de atrair, jogadores de Ragnarök; quem jogou sabe quão diferentes de Ragnarök Online esses jogos são e, por mais que seja interessante perceber os gráficos novos e tal, a diferença entre esses jogos e o Ragnarök Online é tão grande que o próprio fator nostalgia faz com que torne-se inviável permanecer ali.

O "The Lost Memories", que foi desenvolvido por uma empresa comprada pela Gravity, é decente, divertido no começo e não tão estranho como os demais, mas é muito inferior enquanto jogo-alternativo se comparado com o Ragnarök para Nintendo DS desenvolvido pelos japoneses. O TLM perdeu a chance quando optou por chamar atenção negativa demais dos jogadores com aquele lançamento pi-ca-re-ta para microcomputadores que fizeram, mesmo eu que já havia parado de jogar, ficar com nojo.

Por fim, os coreanos não ligam, eles só querem dinheiro, como o @Squirt falou, o Ragnarök é um jogo estagnado, conta com jogadores fieis, mas zero jogadores novos, esses jogos novos não servem para nada que não seja preencher o bolso, a altíssima rotatividade de jogadores faz com que daqui um ou dois anos fecham enquanto o Ragnarök Online permanece vivo. 😅 É, vivo... Vivo, mas vivo. 

Bem, é como havia dito. Um dos nichos mais consumistas do mundo.

Apesar disso tudo, o original é que continua com vida. xD

Em 3/22/2024 em 5:45 PM, Vanargand disse:

Olá, companheiro. Bom ver que está bem.

Vejo que continuamos concordando em discordar em algumas coisas, mas obviamente tudo bem.

Bom, sobre o tópico, eu não vejo como o Thor, ou bRO, ser "generoso" comparado a jogos, como você mesmo admite, mobile gacha P2W (não que eu concorde que todos aí sejam, mas aí é outra história), pode ser algo bom. Apenas talvez, valesse outras comparações. Se bem que, apesar de exemplos 1 quadrilhão de vezes melhores, eu não chamaria de referência o caminho que a indústria anda tomando, de qualquer jeito.

Não joguei o Origins, nem mesmo agora que foi pra PC (? pelo que vi falando). Mas as artes são bonitas. Ia dizer que seria legal um tópico sobre ele e sobre as características que comentou, mas ultimamente não tenho tido tanto tempo livre, injusto sugerir um trabalho pra algo que não sei quando iria ler

Igualmente.

Bom, é que durante esses 3 anos em que estive jogando o bRO, eu já me beneficiei gratuitamente muitas vezes até, seja com eventos ou com as mecânicas atuais do jogo.

E, bem, citei esses jogos gachas porque é justamente desse nicho que pertence o Ragnarok Origins. E os exemplos citados foram só pra exemplificar que não vai ser em um jogo desse tipo que as pessoas ficarão livres do aspecto P2W. Claro, se elas não se importarem com essas coisas, aí já é válido querer experimentar. Porque se for pensar assim, não iriam nem jogar até esses jogos com... garotas.

Em 3/23/2024 em 9:35 AM, RightArmOfTheDevil disse:

 

  • Like 1

Chihayasign.jpg.1e5bddf2f8b3a4da929e14cce214db9f.jpg

Link to comment
Share on other sites

Em 3/23/2024 em 9:35 AM, RightArmOfTheDevil disse:

Já tou vendo uma galera quitar do novo (q eu passei longe) por "descobrirem" que o jogo é pay2win

Vai gerar muito dinheiro com gatcha e morrer em alguns meses assim como os outros q usaram a ip do rag

Eu não vejo dificuldade em criar um jogo q fidelize a galera e gere receita, que colocar gatcha? Põe mas deixa o p2w de lado, deixa só pra itens visuais colocando os com mais apelo com porcentagem baixa e pronto, mina de dinheiro infinito

Esses jogos ai (assim com o original) se perderam totalmente, todo conteúdo q é lançado da nojo, um desrespeito ao material base (que tantos se referem como "a alma") do jogo, Ragnarok morreu desde o renewal infelizmente

é uma pena porque o jogo original tem uns conceitos unicos e simples que ganham os jogadores por isso mas parece que a franquia tá amaldiçoada, qualquer empresa q toque nela estraga tudo sem entender o que faz de Ragnarok Online ser ter sido tão amado

Edição de quote falhou aqui. @_@

Enfim... Falando assim, até parece que o pessoal que migrou não está tão familiarizado com jogos gacha.

Ragnarok tem tanto jogo que já tem seus 4 Cavaleiros do Apocalipse do consumo gamer: Micro transações, eventos pagos (aquilo que chamo de mapa DLC), gacha e NFTs (isso foi com a chegada do Ragnarok Landverse).

Chihayasign.jpg.1e5bddf2f8b3a4da929e14cce214db9f.jpg

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...