Jump to content

Chihaya Kisaragi

Members
  • Posts

    879
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    30

Chihaya Kisaragi last won the day on June 29

Chihaya Kisaragi had the most liked content!

3 Followers

Converted

  • Biography
    Dancer user

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

Chihaya Kisaragi's Achievements

Collaborator

Collaborator (7/14)

  • Conversation Starter Rare
  • Dedicated Rare
  • Very Popular Rare
  • First Post Rare
  • Posting Machine Rare

Recent Badges

523

Reputation

  1. Hmm... um "modo MOBA" para Ragnarok Online... Veremos o que sai. Agora, se for seguir a lógica de limitação de região, então o Brasil só vai competir com América e Canadá. De toda a América do Sul, Central e Norte, apenas 3 países tem esse jogo ativo.
  2. Não. É que uma renegada arqueira naturalmente tem 120 de destreza. E como destreza entra na fórmula da habilidade, então é conveniente. Ah, certo. Legal.
  3. É sempre bom ver tópicos onde se tenta desafiar as adversidades ou o impossível e transforma-las em oportunidades. Seus meios não são de todo mal, mas enfim. Julgando. 1 - Beleza. Faz sentido. 2 - Não entendi bem aqui. Set de drop seria o set que dá buff em drop? Tipo Balão de Ghostring, Uniforme da Kafra, etc? 3 - O jogo em si já dá muita asa de mosca ilimitada por 3 dias ou uma semana. Então, teleporte não é problema. Agora Ganância... vai precisar do Robozinho Sabe Tudo. E pra isso, teriam que farmar instâncias. Uma renegada arqueira ajudaria muito "em uma certa instância" por aí. 4 - Considerando que a pessoa não precisa ser extremista e jogar apenas com UM avatar, diria que dá pra pensar em diversas utilidades. Renegada arqueira para furto, sábia para fabricar conversor, bioquímica (tanto faz se é transcendente ou não. Ter uma avatar pra carregar dinheiro, fazer comércio e ainda pode correr é bom). E classe de ataque em área, qualquer uma serve. Apesar de que classe arqueira leva vantagem por conseguir fazer alguns conteúdos mais cedo.
  4. Bom trabalho. Aparentemente, essa é a manutenção que muda um pouco as habilidades da classe artista. No caso, a habilidade Ressonância. Presumo que essa é a parte em que a Carta Alma de Alphoccio ganha algum valor.
  5. Ok, parando pra ver, isso escalonou rápido. Você havia citado meu tópico com a experiência sem itens de ROPs e que seria bom outro do gênero. Apenas tentei complementar que seria de muita ajuda dadas as condições em que se encontra o pessoal.
  6. Vamos tentar usar a seguinte analogia. Em um torneio de boxe, há muitos lutadores musculosos e altos. E no meio deles, tem um lutador pequeno. Esse aí seria o underdog. Psicologicamente falando, as pessoas iriam se divertir em ver se o lutador menor irá longe ao mesmo tempo que já adoram ver pessoas fortes medindo forças. O contrário não aconteceria, porém. Em um torneio onde quase todos aparentam fracos e ter um bombado no meio, aí não teria muita graça para as pessoas. E agora falando sobre o bRO. Muitos se queixam do quanto o jogo se tornou P2W e sempre falam que pra jogar teria que investir dinheiro, como se fosse algo obrigatório. E... bom, já tem até um número considerável de pessoas que investiram pesado no jogo. Mas aí então, chega alguém e bate de frente e desafia toda a lógica P2W. Levando em conta também aspectos sócio econômico e cultural já que, aparentemente, pobre é maioria no Brasil.
  7. Fim de semana! Hmm... figures legais. Qualquer dia, deveria dar um passeio pra ver o que consigo achar.
  8. Entendo a psicologia. Em tempos onde jogadores se sentem inseguros quando muitos usam equipamentos de ROPs boladões ou conjunto na casa de bilhões de zennies (e também levando em conta a situação econômica do país, ou cultura da ostentação)... aí chega alguém jogando como um underdog e batendo de frente com as adversidades... E... bom, nenhuma queixa quanto as discordâncias. Meus meios são apenas isso. Meus meios.
  9. Bom dia. Um ótimo fim de semana e aproveitem o evento do melão. PS: Tive a chance de comer um Pão de Melão. É um pão doce, e tem nada de melão além do formato. Aproveitei e tomei um refrigerante de melão.
  10. Entendo a importância disso. No entanto, eu já dei "dicas" demais. Mesmo que pudesse jogar, eu não tenho controle sobre o que os jogadores ou a empresa faz. O resto depende mais das atitudes dos jogadores do que da empresa.
  11. O Melona visual era pra não ser negociável... isso só não é bom pra quem não cultua visual. Sobre o evento, diria que sempre ajudou quando jogava. Poupava os gastos com consumíveis restauradores, mesmo que seja para o período do evento. Aquelas poções menor e média de vida, bolinho divino e poção ilimitada tem prazo de validade também? Lembro de ter acumulado o bastante para o treinamento pro LVL 185. @_@
  12. Hmm... tradução nada mal. Esse é o mangá que ainda tenta explicar mecânica de jogo deles, como respawn ou como que uma espadachim (classe 1) sola 2 tranclasses. Enfim, chegou. Será que vão colocar um NPC de quiz diário em Juno que vai dar XP?
  13. Ah, essa Edda do Biolaboratório é a instância do Seyren que havia comentado algumas vezes. E também é a que tem em mangá. Então... Enfim, chegou. A Espadachim Anônima é bem forte, BTW. Legal.
×
×
  • Create New...