Jump to content

Os Sem Meta - Servidor Valhalla


FabricioBits

Recommended Posts

Caramba, empolguei lendo o relato de vcs aqui!

Nesse experimento teste beta, vcs se inscreveram no Instituto dos Aprendizes? Pergunto isso pq ele dá várias poções, e me parece que vcs sobreviveram na base de maçã mesmo!

Sobre usar o comércio com NPCs, eu acho que deveria ser liberado, se não fica bem ultra-hard. Aliás, usar o Paramarket poderia desafogar parte do farm de alguns itens. Sobre comércio no mercadão de Prontera, a ideia de ter uma única pessoa responsável por comprar e vender, acho que pode funcionar, principalmente se acharmos alguma justificativa no rp.

Ler o relato de vcs me empogou bastante! Vou fazer um "beta test" tb!

@Fabiano Alves Dava pra pegar o barco de Izlude pra Alberta, e de Alberta caminhar pra Payon! É mais seguro!

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

image.png.e941b0e1e13e2741d6adb5fa454634ae.png
Personagem criado, começa a saga. Nada de equipamentos que eu já tenha, nada de consumíveis que eu já tinha, nada de zeny, sem o Chifre Magistral e os Anéis de Evolução.
Além disso, uma regra pessoal que eu sempre uso em todo personagem que crio: Eu só saio da Ilhota dos Aprendizes no nv10 de base. Geralmente isso não demora muito, visto que uso coisas que já tinha e, quando no Thor, eu mandava um Manual de Batalha pra ajudar a agilizar. Não era esse caso, então foram alguns minutos matando slimes rosas.
Objetivo concluído, vamos para Izlude vender as coisas.

image.png.b6c97c15729b77d1b464812e8a2594ca.png

Mantive as maçãs e as adagas porque sim, vão ter uso futuro. Comprei uma Poção Vermelha pra missão da Assistente Leoni, fiz as missões do Leno (o garoto do barco), Bartolomeu e o Guia da Cidade. Inscrição feita no Instituto, vamos para Morroc (eu pretendia ir andando, mas esqueci que um dos mapas é acessível só por um lado, então eu necessariamente preciso ser teleportado).
Bom que essas primeiras missões oferecem alguns consumíveis (Poção de Aprendiz, Asas de Mosca e Borboleta) fora alguns equipamentos básicos que planejo usar até pelo menos o nv4X para então fazer minha primeira missão do Eden.

Edited by Matę™
Correção
  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

13 horas atrás, Vanargand disse:

Muito legal, esperando pra acompanhar os próximos episódios (ou o reboot, dependendo do que decidirem)

@Fabiano Alves e @NocturnalWolf, que vocês acham da ideia de continuarmos com a Srta Emily e a Spiraea? Afinal ainda teremos bastante desafios pela frente!

screenValhalla017.thumb.jpg.508992a0f0274b1a7cd946cf58abd3f6.jpg

Minha memória é horrível! O grupo como um todo morreu duas vezes para o Deviling e na questão de mortes foi isso né? 😅

Ou o Grupo BETA ficará mesmo só pra testes e vamos fazer o "reboot"?

13 horas atrás, Vanargand disse:

Talvez o Mate possa se juntar depois, um crossover. Ele, Citizen, Vlad e Karim também fazem parte do grupo original, mas são tipo ranger preto e branco, só aparecem depois

4 horas atrás, Citizen disse:

Ler o relato de vcs me empogou bastante! Vou fazer um "beta test" tb!

2 horas atrás, Matę™ disse:

image.png.e941b0e1e13e2741d6adb5fa454634ae.png
Personagem criado, começa a saga.

Haha... Acho que a ideia do @Vanargand já tá se encaminhando! :D

  • Like 1
  • Haha 1

gloriagloria.gif.a38f239bf49ae8527ce4f31faf236db1.gif

Link to comment
Share on other sites

Posted (edited)
3 horas atrás, fabio110594 disse:

Quero participar mas só jogo nos finais de semana na parte da tarde 

Se não me engano @Fabiano Alves também tem preferência pelos finais de semena, porém @NocturnalWolf se não me engano tem preferência pela noite. Pelo visto o ideal mesmo será essa ideia de "crossover" entre grupos!

 

7 minutos atrás, Matę™ disse:

Mas eu sou o ranger preto! 😛

blackranger_4512_thumb.gif.e455c9fac3ae0e06923d90e8644aef29.gif.28e912f224a17ad6dce67e3be8c19076.gif

Edited by FabricioBits
  • Haha 1

gloriagloria.gif.a38f239bf49ae8527ce4f31faf236db1.gif

Link to comment
Share on other sites

Eu fui sem me inscrever no Instituto, nem fazer as quests, então não peguei os itens. Mas pra minha Espadachim acaba ficando meio complicado depois, porque os equipamentos iniciais começam a ficar defasados, em especial a Alfanje de Iniciante, quando chegou nos Pé-Grandes acho que já tava levando mais dano que causando, e sem os consumíveis e equipamento lá do Instituto ficava mais por conta das Maçãs, Batatas e outros itens dropados, e na Cura.

Imagino que outras classes teriam mais facilidades, como a Arqueira do Fabiano, ou um Gatuno pela esquiva e ataque duplo, apesar de talvez sofrer um pouco por causa da penalidade de tamanho da arma, com mago já tentei um pouco no Thor um tempo atrás e sofre um pouco com o SP baixo no início.

Só tinha comprado uma Túnica e Sandálias na loja de Payon, pra economizar, e dropei um Chapéu dos Esporos, decidimos voltar pra Izlude e Prontera pra pegar uns equipamentos melhores, e então tentar ir matar Ovos no formigueiro, mas o máximo que conseguiria comprar seria um Sabre de Impacto, ou Espada Bastarda, a lança tava pensando em deixar mais pra 2ª classe, não sei se compensa muito sem Peco, e o preço é meio salgado, ou talvez eu compre logo e use como parte do desafio. As armaduras de espadachim são todas caras, então tava pensando em deixar pra tentar dropar no futuro, em Byalan, por exemplo, dropam a Armadura Acolchoada e Metálica. Não tivemos tanta sorte no drop também, queria pelo menos uma Pique[4] dos Rabo de Verme e um Casaco[1] do Caramelo, já seria uma mão na roda, mas deu nada.

No caminho de volta pra Izlude tivemos um encontro fatídico com um ser das trevas. Ele estava nos espreitando na terra dos Porings, ele e os comandados dele sorriam enquanto nos atacavam, como se zombassem do nosso infortúnio! Depois de sermos derrotados várias vezes, decidimos fazer um desvio pelo deserto e finalmente chegamos a Izlude. Mas junto com o gosto amargo ficou também a experiência, depois que ficarmos maios fortes e conseguimos equipamentos melhores ele vai ter o que merece!!

A idea de ter um personagem Mercador parece ser uma boa mesmo, estava vendo aqui e Desconto faz uma diferença legal no preço desses equipamentos mais caros de NPC, o Superfaturar deve ajudar também, mas teria que ver se a Mammonita seria liberado, porque iria gastar o dinheiro do grupo. Mas acho que Ferreiro pra forja não compense muito, talvez só mais pra refino. Teria que ver também se vai valer os itens e equipamentos de quests, instâncias e eventos, tipo Instituto, Eden, Ordem., etc, ou se vai ser só no drop mesmo.

1 hora atrás, FabricioBits disse:

@Fabiano Alves e @NocturnalWolf, que vocês acham da ideia de continuarmos com a Srta Emily e a Spiraea? Afinal ainda teremos bastante desafios pela frente!

screenValhalla017.thumb.jpg.508992a0f0274b1a7cd946cf58abd3f6.jpg

Minha memória é horrível! O grupo como um todo morreu duas vezes para o Deviling e na questão de mortes foi isso né? 😅

Ou o Grupo BETA ficará mesmo só pra testes e vamos fazer o "reboot"?

Haha... Acho que a ideia do @Vanargand já tá se encaminhando! :D

Acho que pode sim continuar com esse grupo, até mesmo depois em paralelo.

Sobre horário, final de semana a tarde não tem problema pra mim, poderia ser também.

  • Like 3

coldwolf.gif

Link to comment
Share on other sites

Empolgado com a experiencia de vcs, comecei no paralelo aqui! Vou tentar me juntar na próxima vez! Aqui meu relato:

As regras que eu segui:

  • Nada de Anel, Chifres, nem nada de ROPs. Nem Logue e Ganhe, e nem o buff VIP (servidor Valhalla).
  • Não me inscrevi no Instituto dos Aprendizes, mas fiz a quest de comprar e vender (que dá umas asas de mosca e umas potz de aprendiz) e fiz a quest do Primeiros Socorros (que se continuar, dá o kit de culinária de aprendiz).
  • Não usar equips dp Éden.
  • Não usar Armazém.
  • Não compar e vender de outros jogadores, mas pode comprar e vender de NPC. Com isso, não preciso dos equips do Éden e não fico muito dependente de dropar cada equip. (Mas gosto da ideia do mercador do grupo poder comprar e vender de outros jogadores, ainda que com alguma restrição, tipo, só poder abrir loja em Alberta).
  • Não usar teleporte da Kafra. (Vcs estão usando asa de mosca e asa de borboleta?)

Vi que o @Fabiano Alves fez uma arqueira (a Srta. Emily), o @NocturnalWolf fez uma espadachim (a Spiraea) e o @FabricioBits fez um noviço (o Marcus Lutther). Vi que o @Matę™ tá fazendo um arruaceiro (a Navalha Cega), que é gatuna. Tá faltando um mago e um mercador. Então fiz um mago, o "Flammel de Geffen".

Ainda tô bolando a história de rp light, mas a ideia é um mago que só consegue usar magias de fogo. Como essa restrição iria ficar muito difícil, talvez inviável em certos cenários, então ele vai poder usar outras magias, mas apenas no nível 1. Vou tentar ficar só com magia de fogo, e só se realmente não der é que uso magias de outros elementos. Quero bolar um história de background maneira pra justificar esse nerf!

Dia1FlammeldeGeffenScreenshot.thumb.png.cc168b5370e48b06a43a91961857f3e7.png

A parte mais árdua é a falta de SP. Tem que sentar o tempo todo pra recuperar SP! A skill Recuperar SP ajuda muito!

Morri uma vez, pra um besouro ladrão! Um dia vou naquele Esgoto de Prontera e limpar aquele lugar! Ir andando de Izlude pra Geffen é bem fácil. Upei no mapa direito de Geffen, nos Sapo de Roda e Ambernites. É bem fácil, porém super demorado. Upei durante um pouco mais de 1 hora. Peguei lvl 16, e comprei alguns equipamentos vendendo garrafa vazia a uma esmeralda, dropada dos sapos. Vou guardar as Conchas de Caramujo, pelo menos algumas, pra fazer pergaminho pro grupo no futuro! Tô gravando tudo, quero fazer vídeos do processo!

Se alguém fizesse um mercador pro grupo seria ótimo! Sobre horário pra jogar, final de semana de noite rola pra mim!

Ah, sobre quests, acho que deveria ser todas liberadas, inclusive Ordem do Explorador. As únicas quests proibidas seriam as de up do Éden. Eu vou upar esse mago e mostrar que não precisa dos equips do Éden!

Edited by Citizen
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

7 horas atrás, Citizen disse:

Nesse experimento teste beta, vcs se inscreveram no Instituto dos Aprendizes?

Sabe, vou tentar relatar melhor como foi da maneira que me lembro. Qualquer coisa @Fabiano Alves e @NocturnalWolf me corrijam!

Já vou aproveitar pra editar a publicação inicial do tópico. Algo como um registro, um diário de bordo! Não sei se o Fabiano chegou a gravar o replay, na verdade nem sei direito como funciona esse replay. Depois preciso ver a página do bRO wiki que o Fabiano enviou.

Em 3/29/2024 em 7:13 AM, Fabiano Alves disse:

Eu tava pensando de fazer um jogo teste com um aprendiz pra ver como ficar direito essa ideia.

Tudo começou com a Stra Emily (o @Fabiano Alves resolveu começar sozinho pra testar a ideia)...

Em 3/29/2024 em 7:45 PM, Matę™ disse:

Ok, acho que vou tentar um "hard mode single player" ao meu jeito e reportar conforme eu alcançar um "Checkpoint".

...e com o @Matę™ seguindo a ideia!

23 horas atrás, Fabiano Alves disse:

Aliás, acho que tu me buffou quando passei por Izlude, tu tava tentando resetar seu aprendiz, né? Ele já tá nível de classe 70?

23 horas atrás, NocturnalWolf disse:

Acho que vi a Aprendiz lá em Izlude, tava com minha Meca por lá. Matei a salamandra perto da saída também.

Vocês vão fazer alguma coisa agora? Qualquer coisa posso entrar também.

Esse momento foi o que mais gostei dessa história inicial, pois que mundinho pequeno né? 😅

Óbvio que estávamos sintonizados aqui pelo fórum, porém ao mesmo tempo a organização inicial dá pra se dizer que foi um pouco orgânica!

23 horas atrás, Fabiano Alves disse:

screenValhalla047.thumb.jpg.f45be64f274a05b64af88ae320b94695.jpg

Não sei exatamente como foi o progresso do pessoal, @Fabiano Alves e @NocturnalWolf, porém eu só criei o personagem. Peguei a habilidade de Fingir de Morto no mapa do tutorial. Fui até o Instituto dos Aprendizes, porém não fiz a inscrição. Fui até o NPC Terapeuta que fica na sala da esquerda somente para pegar a habilidade Primeiros Socorros. Peguei classe 10 no mapa Arredores de Prontera (8)(prt_fild08) matando somente Porings e Pupas.

22 horas atrás, FabricioBits disse:

image.thumb.png.5b9d64585661cc5fd4328355b3bd4079.png

Saímos de Prontera com Spriraea espadachim e o Marcus (meu personagem) noviço rumo a Payon pra Stra. Emily se tornar arqueira. Passamos por:

Arredores de Prontera (8): Matando alguns Porigns, Lunáticos, Fabres e cia sem demorar muito rumo a Payon. Pegamos o baú desse mapa.

Deserto de Sograt (1): Passada rápida, não lembro de termos feito nada aqui. Só continuamos rumo a Payon.

Floresta de Payon (4): Por sorte na ida a Payon não tivemos nenhum imprevisto. Passamos tranquilamente matando somente Porings (não lembro nem de tentarmos matar Drops, haha...).

Deserto de Sograt (2): Aqui também lembro de uma passada rápida e só continuamos rumo a Payon. Ah, num primeiro momento íamos mais ao sul, porém acabamos dando uma olhadinha no mapa ao leste e...

Feudo do Bosque Celestial: Musiquinha nostálgica rolando e a gente feliz que estávamos chegando em Payon!

Chegando em Payon, a Cidade das Montanhas, fomos a Vila dos Arqueiros e a Srta. Emily se tornou arqueira. Uma parada na Loja de Armas para vender o loot e comprarmos algum equipamento básico. Aqui Marcus ganhou um chapéu cor-de-rosa da Stra. Emily. A Spiraea se não me engano já estava também com um chapéu cor-de-rosa. O todos do grupo estavam agora com seus chapéus cor-de-rosa e também os BETA testers estava com suas primeiras classes!

Floresta de Payon (1): Desmatamos bastante derrubando vários Salgueiros. Ficamos bastante tempo aqui! Pegamos o baú desse mapa.

Voltamos pra Payon vender o loot e tudo mais e...

Floresta de Payon (8): Matamos Esporo, Rabo de Verme e Jiboia. Pegamos o baú desse mapa.

Floresta de Payon (7): Matamos Pé-Grande, Caramelo e Percevejo. Pegamos o baú desse mapa.

Floresta de Payon (3): Não lembro se a conversa rolou exatamente nesse mapa ou antes, porém conversando sobre as mudanças do mapa, especificamente sobre o Deserto de Sograt e o Formigueiro, resolvemos ir no Formigueiro, porém antes queríamos dar um pulo em Izlude. A princípio surgiu a ideia de pegarmos o barco em Alberta, mas acredito que pra pouparmos os 1500z (3 passagens de 500z) e também pra caçarmos mais baús resolvemos seguir a pezito. Pegamos o baú desse mapa.

Floresta de Payon (2): Tô refazendo o caminho com o meu espiritualista (é divertido ficar correndo e saltando por aí) pra relembrar exatamente como foi. Lembro de uma curiosidade que surgiu, que mapa existia mesmo a oeste desse mapa? Aqui não demoramos muito, matamos alguns bichos e pegamos o baú.

image.thumb.png.d03f8b7f68e5fc092318347c0e6f7497.png

Floresta de Payon (1): Passagem rápida rumo a Payon e o Feudo do Bosque Celestial.

Deserto de Sograt (2): Passagem rápida rumo Izlude pegando o caminho norte da direita (Floresta de Payon (4)).

Floresta de Payon (4): Nossa primeira morte para um Deviling. Depois voltamos de Payon pra cá e ficamos na dúvida se no mapa Deserto de Sograt (2) pegaríamos a saída norte da direita novamente ou a saída norte da esquerda, então jogamos os dados (/dice) e acabamos tentando novamente passar pelo Deviling morrendo outra vez contabilizando duas mortes pro grupo.

Deserto de Sograt (1): Depois da segunda morte pro Deviling maldito dos capeta a gente voltou de Payon e nem jogou dado algum, fomos direto pra saída norte da esquerda do mapa do Deserto de Sograt (2) saindo no Deserto de Sograt (1) rumo aos Arredores de Prontera (8) e chegando em Izlude.

  • Like 3

gloriagloria.gif.a38f239bf49ae8527ce4f31faf236db1.gif

Link to comment
Share on other sites

Hmm... Desafio "apenas multiplayer"... Interessante. Os relatos também estão legais.

Qualquer dia, alguém podia inventar de jogar com as classes 2-2... como os 7 Pecados Capitais*.

* Havia lido que as classes 2-2 são referência aos 7 Pecados Capitais. Templários repr sentam o Orgulho, Sábios a Inveja, Arruaceiros a Ganância, Alquimistas a Gula, Monges a Ira, Bardos e Odaliscas a Indolência e Luxúria.

Chihayasign.jpg.1e5bddf2f8b3a4da929e14cce214db9f.jpg

Link to comment
Share on other sites

Aproveitei pra jogar mais um pouquinho.
A segunda parte da jogatina começou enfrentando o primeiro MVP, que na verdade eram 3: Farmiliar.
Usando o Fingir de Morto eu consegui passar ileso por eles e virar um Gatuno, me inscrevi no Eden, voltei para Izlude e comecei o caminho até Payon.
Matei uns Ovos de Peco e Pickys, enfrentei algumas Mukas e derrotei alguns Salgueiros (completando minha primeira missão de plaquinha do Eden). Cheguei na cidade no nível 16 sem ter dropado nada digno de nota.
Resolvi ir para os Esporos, acumular experiência e alguns recursos para me preparar para começar a juntar os itens necessários na futura mudança de classe. Quando vi estava no nível 24, resolvi testar os Salgueiros Anciões, não tive muito problema desde que não juntassem muitos. Dropei 1 Galho Seco e um Capuz [1] ao matar um Koko. Como haviam pessoas upando no mapa, aproveitei pra coletar o que não pegavam... até que vi de relance o efeito que acontece quando usam um GS, resolvi sair do mapa.
Voltei para a cidade, vendi o que podia, comprei alguns Eluniuns para refinar o Capuz e aproveitei o NPC para comprar alguns Fracons e refinar para o +7 uma das Facas [4] que consegui na Ilhota.
Tudo pronto, estando no nível 26 rumei para o primeiro piso da Caverna de Payon para matar Zumbis e Esqueletos e juntar itens que vão ser necessários. Ainda dei sorte de dropar uma Maça [4], um Anel de Caveira e um Laço [1]. O acessório foi vendido quando voltei a cidade, os outros dois resolvi manter caso consiga alguma carta útil para o topo.
Agora estou no nível 33 e só saí da caverna porque haviam mutias pessoas. Próximo passo é chegar a Geffen e de lá para a Vila dos Orcs.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

21 horas atrás, Vanargand disse:

 

muAcRpV.gif

 

eita, olha a Cynthia ali

Como disseram, e talvez saiba, dá pra pegar essas skills no começo agora. Mas eu nem sabia que essas quests ainda tavam aí

Talvez o Mate possa se juntar depois, um crossover. Ele, Citizen, Vlad e Karim também fazem parte do grupo original, mas são tipo ranger preto e branco, só aparecem depois

Muito legal, esperando pra acompanhar os próximos episódios (ou o reboot, dependendo do que decidirem)

Na moralzinha...como assim o Drops tem ataque elemental e o Poring não tem??  Raios de jogo mal programado do caramba! 😧 Eu não esperava morrer ali!

# Skills:  Estou ligado, dentro da ilha dos porings já tem um npc que ensina Fingir de morto, no Instituto tem o que ensina Primeiros Socorros, mas lembrei que tinha esses npcs em Prontera e fui ver se eles ainda estavam lá. Fiquei contente de ver que sim, o Enfermeiro Geral ganhou um quarto imenso no castelo, hahaha!

eu shippava muito a Nami, o Enfermeiro e o Cavaleiro Kaito, na minha cabeça o Enfermeiro só é total stress porque eles não estão juntos - QQQ

# Power Rangers:  Mas seríamos Rangers ou garotas mágicas...?? 

spacer.png

 

(No segundo caso espero que eu não seja a que morre primeiro!!)

 

Falando sério, eu tive uma ideia aqui sobre isso de começarmos separados e depois nos juntarmos. Mas acumulou algumas respostas aqui no tópico, vou responder e depois dou a ideia.

Edited by Fabiano Alves
Link to comment
Share on other sites

18 horas atrás, FabricioBits disse:

"Os Sem Meta"? Todo mundo de acordo com esse nome pro grupo?!1!!

- / / -

4h35 e ainda não fui dormir, haha... Pior que o sono se foi e fiquei com vontade escrever aqui sobre a experiência com a arqueira Stra. Emily @Fabiano Alves e a espadachim Spiraea @NocturnalWolf.

Primeiro queria agradecer a companhia, pois foi super divertido 😁

Rapaz, se eu te falar... eu precisei sair depois do almoço hoje, cheguei mortão em casa, dormi até quase agora. Mas obrigado pelo jogo também Fabrício! xD Rolou tudo super bem, menos na parte final com aquele Deviling maldito!!  😭

Não foi exatamente o grupo definitivo, foi só um "beta test", hehe... Não começamos o grupo como aprendizes. Cada um pegou classe 10 sozinho. Nossa pequena aventura já começou praticamente com todos classe 1-1, com exceção da Stra Emily da qual se tornou arqueira em Payon já no grupo.

A experiência do grupo BETA já serviu pra ver que precisamos repensar algumas coisas como o desafio de penalidade por mortes.

Acredito que a regra da penalidade de mortes poderia funcionar da seguinte maneira. Não terá nenhuma penalidade ao morrer, porém teremos uma contagem de morte que não será exatamente do personagem e sim do grupo, ou seja:

- Todos devem sempre levar ao menos uma asa de borboleta no inventário.

- Todos devem sempre salvar na kafra quando o grupo chegar em uma cidade.

Essas duas regras eu acho ok, teleportar pra cidade não é nada demais.

 

18 horas atrás, FabricioBits disse:

- Se alguém morrer: caso o grupo consiga ressuscitá-lo (por item ou habilidade) e todo o grupo consiga seguir o caminho juntos, então não será contabilizada nenhuma morte.

- Caso contrário (se todo o grupo morra ou alguém morra e o grupo não tenha como ressuscitá-lo), então será contabilizada uma morte (do grupo). Quem não morrer obrigatoriamente precisa usar a asa de borboleta.

Atualmente Folha de Yggdrasil vende em npcs vendedores, mas não é exatamente um item barato. De minha parte acho ok ter essa opção.

O que acham? Do mais acho que a maneira como estávamos jogando estava super divertido e dentro da proposta do grupo 😁

Aproveitando sua ideia de Contador de mortes pro Grupo, pensei numa coisa.

[Sugestão] Cada personagem conta como uma vida ao grupo. Então, um grupo com 4 personagens terá 4 vidas, até o limite de 12 vidas.

Agora acredito que é só decidirmos direitinho o dia e o horário que vamos começar o grupo. Quem vai participar. Com que classes vamos jogar e bolar aquele RP mesmo que simples!

Edit:

A princípio nas conversas enquanto jogávamos levantamos a ideia de 6 jogadores cada um com uma das primeiras classes. Não sei se a ideia seria exatamente pegar 99 com as classes iniciais ou evoluir para uma segunda classe. Outra ponto discutido foi o jogador que ficar com o mercador ser o nosso tesoureiro (responsável pelo loot e comércio). A organização dos zenys, compra e venda de itens seria discutida nesse tópico.

[Sugestão] Sobre o Tesoureiro do Grupo, ele precisa necessariamente estar upando junto? Ele poderia ser um personagem de fora, o melhor nesse sentido seria um Bioquimico com Aprimorar Carrinho, mas se ele fosse um personagem do grupo, qualquer evolução de mercador vale.

#Tópico: Eu tava pensando em termos de roleplay sobre porque um bando de personagem andaria pra cima e pra baixo por aí, upando, farmando coisa sem usar kafra, teleportes por itens, etc. Me ocorreu que eles podem estar sob algum tipo de restrição legal, foram pegos cometendo crimes e estão sob punição, mas não pensei direito ainda sobre isso.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Fabiano Alves disse:

Falando sério, eu tive uma ideia aqui sobre isso de começarmos separados e depois nos juntarmos.

Eu serei tipo o Batman na Liga da Justiça: Eu não sou obrigado a nada! Sou um membro esporádico, lembra? / Se precisarem de mim, e eu sei que irão, me chamem.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

12 horas atrás, Citizen disse:

Caramba, empolguei lendo o relato de vcs aqui!

Nesse experimento teste beta, vcs se inscreveram no Instituto dos Aprendizes? Pergunto isso pq ele dá várias poções, e me parece que vcs sobreviveram na base de maçã mesmo!

Sobre usar o comércio com NPCs, eu acho que deveria ser liberado, se não fica bem ultra-hard. Aliás, usar o Paramarket poderia desafogar parte do farm de alguns itens. Sobre comércio no mercadão de Prontera, a ideia de ter uma única pessoa responsável por comprar e vender, acho que pode funcionar, principalmente se acharmos alguma justificativa no rp.

Ler o relato de vcs me empogou bastante! Vou fazer um "beta test" tb!

@Fabiano Alves Dava pra pegar o barco de Izlude pra Alberta, e de Alberta caminhar pra Payon! É mais seguro!

Eu assim que saí do barco nem me inscrevi nem nada, como comentei eu lembrava que tinha os npcs de Primeiros Socorros e Fingir de Morto em Prontera, então era só caso de achar eles.

Upei bastante Agi, mas como vimos nem sempre é o suficiente, fiquei um tempo batendo no Lunático pra dropar cenoura e maçã, mas via de regra usava mais as maçãs mesmo. Todo loot que não era consumível eu vendia. Daí comprei uns equips básicos pra personagem. Se bem que talvez não fizesse tanta diferença no fim e eu poderia ter salvado dinheiro pra comprar algo melhor em Payon...

Eu comentei ali pro Fabrício, os preços praticados pelos npcs mercadores são meio "anti-newbie" então no meu entendimento seria ok comprar coisas deles pro up ou algum problema com o grupo (tipo as folhas de ygg).

Agora usar o mercado propriamente dito, com jogadores envolvidos e lojas de compra e venda não sei dizer. Seria uma forma boa de fazer dinheiro vendendo loot, mas a ideia do desafio não é justamente ser difícil?

E eu esqueci completamente que dá pra pegar o barco pra Alberta e ir pra Payon à pé, que raiva!  Nem lembrei disso! 😅

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

 

12 horas atrás, fabio110594 disse:

Quero participar mas só jogo nos finais de semana na parte da tarde 

Eu posso estar enganado aqui, mas creio que muita gente tá na mesma. De fim de semana eu costumo sair de manhã / tarde, então sobra parte da tarde e a noite / madrugada.

Mas Novembro, o pessoal tá tentando ir solo, tenta também, depois podemos juntar os personagens se for o caso. Ou encare como um teste, depois tu deleta o char e faz outro pra valer.

 

11 horas atrás, Matę™ disse:

image.png.e941b0e1e13e2741d6adb5fa454634ae.png
Personagem criado, começa a saga. Nada de equipamentos que eu já tenha, nada de consumíveis que eu já tinha, nada de zeny, sem o Chifre Magistral e os Anéis de Evolução.
Além disso, uma regra pessoal que eu sempre uso em todo personagem que crio: Eu só saio da Ilhota dos Aprendizes no nv10 de base. Geralmente isso não demora muito, visto que uso coisas que já tinha e, quando no Thor, eu mandava um Manual de Batalha pra ajudar a agilizar. Não era esse caso, então foram alguns minutos matando slimes rosas.
Objetivo concluído, vamos para Izlude vender as coisas.

image.png.b6c97c15729b77d1b464812e8a2594ca.png

Mantive as maçãs e as adagas porque sim, vão ter uso futuro. Comprei uma Poção Vermelha pra missão da Assistente Leoni, fiz as missões do Leno (o garoto do barco), Bartolomeu e o Guia da Cidade. Inscrição feita no Instituto, vamos para Morroc (eu pretendia ir andando, mas esqueci que um dos mapas é acessível só por um lado, então eu necessariamente preciso ser teleportado).
Bom que essas primeiras missões oferecem alguns consumíveis (Poção de Aprendiz, Asas de Mosca e Borboleta) fora alguns equipamentos básicos que planejo usar até pelo menos o nv4X para então fazer minha primeira missão do Eden.

Gostei do nome da menina! 🤣

Pretende ir com ela até que nível / classe? 

Link to comment
Share on other sites

9 horas atrás, FabricioBits disse:

@Fabiano Alves e @NocturnalWolf, que vocês acham da ideia de continuarmos com a Srta Emily e a Spiraea? Afinal ainda teremos bastante desafios pela frente!

screenValhalla017.thumb.jpg.508992a0f0274b1a7cd946cf58abd3f6.jpg

Minha memória é horrível! O grupo como um todo morreu duas vezes para o Deviling e na questão de mortes foi isso né? 😅

Ou o Grupo BETA ficará mesmo só pra testes e vamos fazer o "reboot"?

Haha... Acho que a ideia do @Vanargand já tá se encaminhando! :D

Então, eu pensei no grupo ser Beta pra testar as situações e daí teríamos mais estofo pra propor as regras do desafio, então sim, faríamos um reboot quando for oportuno.

E pensando naquilo que tu sugeriu sobre contador de mortes pro grupo, nesse caso aí a gente teria morrido duas vezes, por exemplo.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

15 horas atrás, FabricioBits disse:

então jogamos os dados (/dice) e acabamos tentando novamente passar pelo Deviling morrendo outra vez

  jogando com o diabo

12 horas atrás, Matę™ disse:

Gatuno...Farmiliar

O inevitável encontro, mas não é problema pro Batman

10 horas atrás, Matę™ disse:

Eu serei tipo o Batman na Liga da Justiça: Eu não sou obrigado a nada! Sou um membro esporádico, lembra? / Se precisarem de mim, e eu sei que irão, me chamem.

😂

15 horas atrás, FabricioBits disse:

Floresta de Payon (2): Tô refazendo o caminho com o meu espiritualista (é divertido ficar correndo e saltando por aí) pra relembrar exatamente como foi. Lembro de uma curiosidade que surgiu, que mapa existia mesmo a oeste desse mapa? Aqui não demoramos muito, matamos alguns bichos e pegamos o baú.

image.thumb.png.d03f8b7f68e5fc092318347c0e6f7497.png

Eu não lembraria de cabeça, mas, com o Google na mão, todo mundo lembra de tudo: era o antigo mapa do Eddga

13 horas atrás, Chihaya Kisaragi disse:

Qualquer dia, alguém podia inventar de jogar com as classes 2-2... como os 7 Pecados Capitais*.

* Havia lido que as classes 2-2 são referência aos 7 Pecados Capitais. Templários repr sentam o Orgulho, Sábios a Inveja, Arruaceiros a Ganância, Alquimistas a Gula, Monges a Ira, Bardos e Odaliscas a Indolência e Luxúria.

Isso é oficial? Algumas até que combinam. Achei interessante

11 horas atrás, Fabiano Alves disse:

eu shippava muito a Nami, o Enfermeiro e o Cavaleiro Kaito, na minha cabeça o Enfermeiro só é total stress porque eles não estão juntos - QQQ

Ships de NPC...Tenho alguns, o principal sendo aquele que shippo a secretária Lenore...Comigo (nada de único por aqui)!


Como disseram, os relatos tão muito legais, acabaram minhas "reações" logo de início. Pelas minhas preferências de classe, é inevitável que meus personagens favoritos desse anime até então sejam o Mago de Citizen e a Espadachim de Nocturnal. Mas todos tão interessantes

 

Só ficou faltando o mercador, mas tem muito mais gente querendo se juntar ao grupo. Se quiserem seguir aquela regra de não repetir classes ou builds, ou de não usar expandidas, logo terão que decidir

Edited by Vanargand
Link to comment
Share on other sites

9 horas atrás, NocturnalWolf disse:

[1] Eu fui sem me inscrever no Instituto, nem fazer as quests, então não peguei os itens. Mas pra minha Espadachim acaba ficando meio complicado depois, porque os equipamentos iniciais começam a ficar defasados, em especial a Alfanje de Iniciante, quando chegou nos Pé-Grandes acho que já tava levando mais dano que causando, e sem os consumíveis e equipamento lá do Instituto ficava mais por conta das Maçãs, Batatas e outros itens dropados, e na Cura.

[2] Imagino que outras classes teriam mais facilidades, como a Arqueira do Fabiano, ou um Gatuno pela esquiva e ataque duplo, apesar de talvez sofrer um pouco por causa da penalidade de tamanho da arma, com mago já tentei um pouco no Thor um tempo atrás e sofre um pouco com o SP baixo no início.

[3] Só tinha comprado uma Túnica e Sandálias na loja de Payon, pra economizar, e dropei um Chapéu dos Esporos, decidimos voltar pra Izlude e Prontera pra pegar uns equipamentos melhores, e então tentar ir matar Ovos no formigueiro, mas o máximo que conseguiria comprar seria um Sabre de Impacto, ou Espada Bastarda, a lança tava pensando em deixar mais pra 2ª classe, não sei se compensa muito sem Peco, e o preço é meio salgado, ou talvez eu compre logo e use como parte do desafio. As armaduras de espadachim são todas caras, então tava pensando em deixar pra tentar dropar no futuro, em Byalan, por exemplo, dropam a Armadura Acolchoada e Metálica. Não tivemos tanta sorte no drop também, queria pelo menos uma Pique[4] dos Rabo de Verme e um Casaco[1] do Caramelo, já seria uma mão na roda, mas deu nada.

[4] No caminho de volta pra Izlude tivemos um encontro fatídico com um ser das trevas. Ele estava nos espreitando na terra dos Porings, ele e os comandados dele sorriam enquanto nos atacavam, como se zombassem do nosso infortúnio! Depois de sermos derrotados várias vezes, decidimos fazer um desvio pelo deserto e finalmente chegamos a Izlude. Mas junto com o gosto amargo ficou também a experiência, depois que ficarmos maios fortes e conseguimos equipamentos melhores ele vai ter o que merece!!

[5] A ideia de ter um personagem Mercador parece ser uma boa mesmo, estava vendo aqui e Desconto faz uma diferença legal no preço desses equipamentos mais caros de NPC, o Superfaturar deve ajudar também, mas teria que ver se a Mammonita seria liberado, porque iria gastar o dinheiro do grupo. Mas acho que Ferreiro pra forja não compense muito, talvez só mais pra refino. Teria que ver também se vai valer os itens e equipamentos de quests, instâncias e eventos, tipo Instituto, Eden, Ordem., etc, ou se vai ser só no drop mesmo.

Acho que pode sim continuar com esse grupo, até mesmo depois em paralelo.

Sobre horário, final de semana a tarde não tem problema pra mim, poderia ser também.

[1] Mas tu achou o up mais difícil por causa disso? No mais, via de regra classes com ataque a distância se dão melhor mesmo upando. Eu mesmo juntei um monte de maçãs no começo dado que ninguém pega loot mais no jogo e os mapas estão cheios de Quindings roubando esses itens. Claro, quando o evento acabar só vamos ter isso acontecendo em mapas com monstros looters, mas mesmo assim acho que dá pra farmar consumíveis de recuperação pra emergências.

[2] Exatamente! Como falei acima, classes que batem de longe tem uma tremenda vantagem. Magos podem usam elementos  contra os monstros mas como contrapartida tem bicho que sente cast, né?  Mesmo assim achei upar magos simples quando comecei a jogar a muito tempo atrás e nem tinha tantos coisas assim.

[3] Será que precisamos mesmo fazer esses drops? Eu acho que comentei isso com o @FabricioBits, a única diferença dos itens dropados é o slot e sem cartas pra colocar neles o item é o mesmo que o NPC vende.

Exemplo: https://playragnarokonlinebr.com/database/valhalla/equipamentos/detalhes/mantle_

No meu entendimento, seria mais fácil vender esses trecos e fazer zenny, afinal de contas, o renascimento de personagem agora é 285k, ficou 1kk mais barato, mas mesmo assim... Fora que poderíamos comprar equipamentos melhores em npc (Traje de Gatuno, Malha, Manto Sagrado, Armadura Metálica...). Mesma coisa com armas, é útil ter armas com slot, mas daí demandam cartas e não acho que estaremos com tanta sorte assim pra dropar.

[4] VAMOS, VAMOS MATA-LO SIM! DAR O QUE ELE MERECE, QUE ÓDIO, AAAAAAAA

[5] Refino com Ferreiro só rola virando Mestre-ferreiro e é aquilo, tu precisa de job 70 pra ter +10% de bônus de refino em relação a npcs, não é tanta coisa assim no fim das contas. Eu tenho uma personagem assim e canso de quebrar armas às vezes do +6 pra +7 e pra equipamentos em geral tu ainda depende dos npcs normais. Talvez seja melhor que o "tesoureiro" do grupo não precise dessas skills no fim das contas. Como eu comentei pro Fabrício, o tesoureiro precisa ser um personagem do grupo ou pode ser um personagem por fora? Só pra cuidar dos nossos loots e grana e comprar coisas que a gente eventualmente precise, como folha d ygg, pots de aspd, etc?

[6] Sobre as quests, eu tava vendo aqui e pensando nas quests até nível 99 nenhum dá coisas realmente apelonas. Quer dizer, as luvas da pata de gata são bons acessórios, mas nada demais no fim das contas. As quests pra farmar armas e equipamentos defensivos é tudo do nível 100 em diante... Talvez seja válido deixar as quests até o nível 99 liberadas pra fazer. Talvez como parte dos objetivos do grupo; tipo: ao alcançar o nível 90, faça a quest de acesso ao labirinto de tatames (porque os bichos lá são tudo 9x, então faz sentido fazer a quest com esse nível).

Acerca dos horários, podemos ir de novo se vcs quiserem, tentar pegar job 50 e trocar de classe.

 

 

Link to comment
Share on other sites

9 horas atrás, Citizen disse:

Empolgado com a experiencia de vcs, comecei no paralelo aqui! Vou tentar me juntar na próxima vez! Aqui meu relato:

As regras que eu segui:

  • Nada de Anel, Chifres, nem nada de ROPs. Nem Logue e Ganhe, e nem o buff VIP (servidor Valhalla).
  • Não me inscrevi no Instituto dos Aprendizes, mas fiz a quest de comprar e vender (que dá umas asas de mosca e umas potz de aprendiz) e fiz a quest do Primeiros Socorros (que se continuar, dá o kit de culinária de aprendiz).
  • Não usar equips dp Éden.
  • Não usar Armazém.
  • Não compar e vender de outros jogadores, mas pode comprar e vender de NPC. Com isso, não preciso dos equips do Éden e não fico muito dependente de dropar cada equip. (Mas gosto da ideia do mercador do grupo poder comprar e vender de outros jogadores, ainda que com alguma restrição, tipo, só poder abrir loja em Alberta).
  • Não usar teleporte da Kafra. (Vcs estão usando asa de mosca e asa de borboleta?)

Vi que o @Fabiano Alves fez uma arqueira (a Srta. Emily), o @NocturnalWolf fez uma espadachim (a Spiraea) e o @FabricioBits fez um noviço (o Marcus Lutther). Vi que o @Matę™ tá fazendo um arruaceiro (a Navalha Cega), que é gatuna. Tá faltando um mago e um mercador. Então fiz um mago, o "Flammel de Geffen".

Ainda tô bolando a história de rp light, mas a ideia é um mago que só consegue usar magias de fogo. Como essa restrição iria ficar muito difícil, talvez inviável em certos cenários, então ele vai poder usar outras magias, mas apenas no nível 1. Vou tentar ficar só com magia de fogo, e só se realmente não der é que uso magias de outros elementos. Quero bolar um história de background maneira pra justificar esse nerf!

Dia1FlammeldeGeffenScreenshot.thumb.png.cc168b5370e48b06a43a91961857f3e7.png

A parte mais árdua é a falta de SP. Tem que sentar o tempo todo pra recuperar SP! A skill Recuperar SP ajuda muito!

Morri uma vez, pra um besouro ladrão! Um dia vou naquele Esgoto de Prontera e limpar aquele lugar! Ir andando de Izlude pra Geffen é bem fácil. Upei no mapa direito de Geffen, nos Sapo de Roda e Ambernites. É bem fácil, porém super demorado. Upei durante um pouco mais de 1 hora. Peguei lvl 16, e comprei alguns equipamentos vendendo garrafa vazia a uma esmeralda, dropada dos sapos. Vou guardar as Conchas de Caramujo, pelo menos algumas, pra fazer pergaminho pro grupo no futuro! Tô gravando tudo, quero fazer vídeos do processo!

Se alguém fizesse um mercador pro grupo seria ótimo! Sobre horário pra jogar, final de semana de noite rola pra mim!

Ah, sobre quests, acho que deveria ser todas liberadas, inclusive Ordem do Explorador. As únicas quests proibidas seriam as de up do Éden. Eu vou upar esse mago e mostrar que não precisa dos equips do Éden!

Isso aqui ficou muito bom, te falar, gostei do conceito do mago. Não sei se seria viável algo assim pra todos os personagens e como faríamos, mas...

Vc me deu uma ideia, vou registrar aqui no txt e depois coloco tudo junto, haha!

Te respondendo, estamos indo a pé pra mapas de cidades e de up. Nada de teleportes com asa de mosca e similares. Como tem o noviço do Fabricio dando agi na gente não chega a ser tão chato assim andar. Mas realmente vacilamos em algumas coisas, poderíamos ter ido pra Payon de barco através de Alberta, como comentaram.

Eu comentei no outro post pro Nocturnal Wolf, acho que não tem problema liberar de usar quests comuns, como de acesso a calabouços e que dêem alguns equips simples além de xp. Mas isso poderia ser feito em grupo e em níveis específicos. Não adianta a quest estar liberada pra começar no nível 1 se no meio dela tu tromba com bichos nível 70~80, né?

Sobre o seu personagem, e se ele fosse um elemental perdido que possuiu o corpo de um humano? Mas todo mundo do entorno do rapaz assumem que ele "é esquisito assim mesmo" e que isso dele usar só magias de fogo é "escolha dele".  Outra ideia que me ocorreu é ele ser algum experimento da Rekember que fugiu dos laboratórios, ou ser um elemental disfarçado de humano por alguma razão (espião de outro plano?), ele pode ser filho do Ifrit (ok, essa é horrível! xD) ou...

E se ele for um Agni que se rebelou do Feiticeiro(a) que invocou ele e tá fugindo por aí??

https://browiki.org/wiki/Invocar_Agni

🤔

Link to comment
Share on other sites

9 horas atrás, FabricioBits disse:

Sabe, vou tentar relatar melhor como foi da maneira que me lembro. Qualquer coisa @Fabiano Alves e @NocturnalWolf me corrijam!

Já vou aproveitar pra editar a publicação inicial do tópico. Algo como um registro, um diário de bordo! Não sei se o Fabiano chegou a gravar o replay, na verdade nem sei direito como funciona esse replay. Depois preciso ver a página do bRO wiki que o Fabiano enviou.

Tudo começou com a Stra Emily (o @Fabiano Alves resolveu começar sozinho pra testar a ideia)...

...e com o @Matę™ seguindo a ideia!

Esse momento foi o que mais gostei dessa história inicial, pois que mundinho pequeno né? 😅

Óbvio que estávamos sintonizados aqui pelo fórum, porém ao mesmo tempo a organização inicial dá pra se dizer que foi um pouco orgânica!

Não sei exatamente como foi o progresso do pessoal, @Fabiano Alves e @NocturnalWolf, porém eu só criei o personagem. Peguei a habilidade de Fingir de Morto no mapa do tutorial. Fui até o Instituto dos Aprendizes, porém não fiz a inscrição. Fui até o NPC Terapeuta que fica na sala da esquerda somente para pegar a habilidade Primeiros Socorros. Peguei classe 10 no mapa Arredores de Prontera (8)(prt_fild08) matando somente Porings e Pupas.

Saímos de Prontera com Spriraea espadachim e o Marcus (meu personagem) noviço rumo a Payon pra Stra. Emily se tornar arqueira. Passamos por:

Arredores de Prontera (8): Matando alguns Porigns, Lunáticos, Fabres e cia sem demorar muito rumo a Payon. Pegamos o baú desse mapa.

Deserto de Sograt (1): Passada rápida, não lembro de termos feito nada aqui. Só continuamos rumo a Payon.

Floresta de Payon (4): Por sorte na ida a Payon não tivemos nenhum imprevisto. Passamos tranquilamente matando somente Porings (não lembro nem de tentarmos matar Drops, haha...).

Deserto de Sograt (2): Aqui também lembro de uma passada rápida e só continuamos rumo a Payon. Ah, num primeiro momento íamos mais ao sul, porém acabamos dando uma olhadinha no mapa ao leste e...

Feudo do Bosque Celestial: Musiquinha nostálgica rolando e a gente feliz que estávamos chegando em Payon!

Chegando em Payon, a Cidade das Montanhas, fomos a Vila dos Arqueiros e a Srta. Emily se tornou arqueira. Uma parada na Loja de Armas para vender o loot e comprarmos algum equipamento básico. Aqui Marcus ganhou um chapéu cor-de-rosa da Stra. Emily. A Spiraea se não me engano já estava também com um chapéu cor-de-rosa. O todos do grupo estavam agora com seus chapéus cor-de-rosa e também os BETA testers estava com suas primeiras classes!

Floresta de Payon (1): Desmatamos bastante derrubando vários Salgueiros. Ficamos bastante tempo aqui! Pegamos o baú desse mapa.

Voltamos pra Payon vender o loot e tudo mais e...

Floresta de Payon (8): Matamos Esporo, Rabo de Verme e Jiboia. Pegamos o baú desse mapa.

Floresta de Payon (7): Matamos Pé-Grande, Caramelo e Percevejo. Pegamos o baú desse mapa.

Floresta de Payon (3): Não lembro se a conversa rolou exatamente nesse mapa ou antes, porém conversando sobre as mudanças do mapa, especificamente sobre o Deserto de Sograt e o Formigueiro, resolvemos ir no Formigueiro, porém antes queríamos dar um pulo em Izlude. A princípio surgiu a ideia de pegarmos o barco em Alberta, mas acredito que pra pouparmos os 1500z (3 passagens de 500z) e também pra caçarmos mais baús resolvemos seguir a pezito. Pegamos o baú desse mapa.

Floresta de Payon (2): Tô refazendo o caminho com o meu espiritualista (é divertido ficar correndo e saltando por aí) pra relembrar exatamente como foi. Lembro de uma curiosidade que surgiu, que mapa existia mesmo a oeste desse mapa? Aqui não demoramos muito, matamos alguns bichos e pegamos o baú.

image.thumb.png.d03f8b7f68e5fc092318347c0e6f7497.png

Floresta de Payon (1): Passagem rápida rumo a Payon e o Feudo do Bosque Celestial.

Deserto de Sograt (2): Passagem rápida rumo Izlude pegando o caminho norte da direita (Floresta de Payon (4)).

Floresta de Payon (4): Nossa primeira morte para um Deviling. Depois voltamos de Payon pra cá e ficamos na dúvida se no mapa Deserto de Sograt (2) pegaríamos a saída norte da direita novamente ou a saída norte da esquerda, então jogamos os dados (/dice) e acabamos tentando novamente passar pelo Deviling morrendo outra vez contabilizando duas mortes pro grupo.

Deserto de Sograt (1): Depois da segunda morte pro Deviling maldito dos capeta a gente voltou de Payon e nem jogou dado algum, fomos direto pra saída norte da esquerda do mapa do Deserto de Sograt (2) saindo no Deserto de Sograt (1) rumo aos Arredores de Prontera (8) e chegando em Izlude.

Gostei do resumo, vamos oficializar isso de pegar os baús dos mapas onde passarmos? Pensei outra coisa, mas vou juntar com as outras sugestões e postar tudo de uma vez.

7 horas atrás, Chihaya Kisaragi disse:

Hmm... Desafio "apenas multiplayer"... Interessante. Os relatos também estão legais.

Qualquer dia, alguém podia inventar de jogar com as classes 2-2... como os 7 Pecados Capitais*.

* Havia lido que as classes 2-2 são referência aos 7 Pecados Capitais. Templários repr sentam o Orgulho, Sábios a Inveja, Arruaceiros a Ganância, Alquimistas a Gula, Monges a Ira, Bardos e Odaliscas a Indolência e Luxúria.

Isso seria interessante pra fins de roleplay, hein?

7 horas atrás, Matę™ disse:

Aproveitei pra jogar mais um pouquinho.
A segunda parte da jogatina começou enfrentando o primeiro MVP, que na verdade eram 3: Farmiliar.
Usando o Fingir de Morto eu consegui passar ileso por eles e virar um Gatuno, me inscrevi no Eden, voltei para Izlude e comecei o caminho até Payon.
Matei uns Ovos de Peco e Pickys, enfrentei algumas Mukas e derrotei alguns Salgueiros (completando minha primeira missão de plaquinha do Eden). Cheguei na cidade no nível 16 sem ter dropado nada digno de nota.
Resolvi ir para os Esporos, acumular experiência e alguns recursos para me preparar para começar a juntar os itens necessários na futura mudança de classe. Quando vi estava no nível 24, resolvi testar os Salgueiros Anciões, não tive muito problema desde que não juntassem muitos. Dropei 1 Galho Seco e um Capuz [1] ao matar um Koko. Como haviam pessoas upando no mapa, aproveitei pra coletar o que não pegavam... até que vi de relance o efeito que acontece quando usam um GS, resolvi sair do mapa.
Voltei para a cidade, vendi o que podia, comprei alguns Eluniuns para refinar o Capuz e aproveitei o NPC para comprar alguns Fracons e refinar para o +7 uma das Facas [4] que consegui na Ilhota.
Tudo pronto, estando no nível 26 rumei para o primeiro piso da Caverna de Payon para matar Zumbis e Esqueletos e juntar itens que vão ser necessários. Ainda dei sorte de dropar uma Maça [4], um Anel de Caveira e um Laço [1]. O acessório foi vendido quando voltei a cidade, os outros dois resolvi manter caso consiga alguma carta útil para o topo.
Agora estou no nível 33 e só saí da caverna porque haviam mutias pessoas. Próximo passo é chegar a Geffen e de lá para a Vila dos Orcs.

Quanto de grana tu tá nesse brincadeira?

 

3 horas atrás, Vanargand disse:

  jogando com o diabo

O inevitável encontro, mas não é problema pro Batman

😂

Isso é oficial? Algumas até que combinam. Achei interessante

Ships de NPC...Tenho alguns, o principal sendo aquele que shippo a secretária Lenore...Comigo (nada de único por aqui)!


Como disseram, os relatos tão muito legais, acabaram minhas "reações" logo de início. Pelas minhas preferências de classe, é inevitável que meus personagens favoritos desse anime até então não sejam o Mago de Citizen e a Espadachim de Nocturnal. Mas todos tão interessantes

 

Só ficou faltando o mercador, mas tem muito mais gente querendo se juntar ao grupo. Se quiserem seguir aquela regra de não repetir classes ou builds, ou de não usar expandidas, logo terão que decidir

Sobre as classes, acho que não tem problema repetir não. Se for consenso, podemos aplicar alguma limitação, como ocorre com o mago do Citizen.

E agora vamos as sugestões que comentei antes!  x)

Todos começam solo como aprendizes, as restrições começam a se aplicar quando se juntar ao grupo.

Todas as classes 1-1 e expandidas são bem-vindas ao grupo.

Asa de Mosca e similares são proibidos, mas Asa de Borboleta pode usar.

Cada personagem conta como uma vida ao grupo. Então, um grupo com 4 personagens terá 4 vidas, até o limite de 12 vidas.

Cada personagem deve farmar zenny para se equipar com os equipamentos mais caros oferecidos por cada NPC vendedor até o nível 90.  A regra vale para Vestimenta, Capa e Sapatos. Chapéus, Armas, Escudos e Acessórios são de livre escolha.

Sobre o Tesoureiro do Grupo, ele precisa necessariamente estar upando junto? Ele poderia ser um personagem de fora, o melhor nesse sentido seria um Bioquimico com Aprimorar Carrinho, mas se ele fosse um personagem do grupo, qualquer evolução de mercador vale.

Cada personagem terá um limitador físico ou mágico. Exemplos abaixo:
Magos em geral terão um elemento principal e só poderão pontuar em skills que envolvam ele. Exemplo: Magias de fogo. Opcionalmente  personagem poderá pontuar livremente em skills de suporte.
Classes físicas não poderão usar sua arma principal, Espadachins terão que usar espadas de uma mão, adagas, maças ou machados, Mercadores term que usar Espadas ou adagas, Gatunos usarão arcos, Arqueiros usarão adagas em geral.

Caso o grupo perca uma vida ou mais pra um monstro com protocolo boss, o monstro vira alvo do grupo e deve ser morto pelo menos uma vez.

Quests de Episódio,  acesso a mapas e que premiem com equipamentos / armas até o nível 90 são liberadas.

Eu fui lendo os comentários e pensando sobre o que vcs escreveram, o que acham?

Bom dia a todos!

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Fabiano Alves disse:

Quanto de grana tu tá nesse brincadeira?

Acho que uns 56k.

Se NINGUÉM decidir jogar de mercador, eu posso criar um personagem secundário no estilo "mercador viajante". Mas pra isso funcionar melhor, eu precisaria ter contato mais prático com vocês pra saber se vocês estão jogando no meu dia de folga e tentar "aparecer" durante a jornada do grupo.

Assim como a Navalha Cega, ele não seria fixo, seria mais pra um NPC com quem vocês podem fazer negócios (com zeny ou trocas mesmo). Daí os itens que ele venderia seriam aleatórios, podendo ou não ter algo útil.

 

Link to comment
Share on other sites

Vou criar meu personagem agora, me desejem sorte!!!

Meu futuro monge.

image.png.6770bf3a2b8bf691d2c4a8ac5c77b81f.png

Vou tentar seguir essas regras, meu único ponto que posso discordar é os equips eden, meio que pensei num road of 175 apenas com o material free do jogo.

 

  • Like 4

image.png.e1e6d5aa18997af44e0f94584a8c7b9d.png @Valhala - Aprendiz 99/10 Novembro' - Ceifador de Almas 136/40 Zedric Jr.

Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, fabio110594 disse:

Vou tentar seguir essas regras, meu único ponto que posso discordar é os equips eden

Bem, eu não tô seguindo 100% as regras do grupo, mas tô no mesmo esquema de não usar nada que já tinha ou comprar nada de Rops. Vou usar basicamente itens dropados, vendidos por npc ou de missão. Itens de outros jogadores só comprarei se for algo que se encaixe nesses requisitos ou for algo tipo carta, mas adquirido com dinheiro que consegui jogando (nada de comprar com outro char e mandar rodex ou abrir loja com uma dual e fingir que comprei de terceiros).

Existem algumas missões que as recompensas hoje em dia são fracas comparado a tudo que temos, mas que pra essa jornada podem ser úteis (além da missão em si ser um rolê diferenciado) como as duas de Umbala (Ferreiro de Umbala e Pai Solitário) que precisam de bastante material pra fazer e uma que eu gosto bastante que é a Arma Tradicional, lá em Dewata, pra fazer a adaga Afago (que é basicamente uma adaga com efeito de carta Mosca Caçadora) e ainda pode ser encantada.

Link to comment
Share on other sites

  • FabricioBits changed the title to Os Sem Meta - Servidor Valhalla

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...