Jump to content

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation on 05/14/21 in Posts

  1. 3 points
    Apresentação Oi, sou o Heitor. Kokuritsu é meu nick de escolha pra ambientes virtuais, e meus companheiros de clã me conhecem por Brócolis, que é o nick da minha espiritualista de guerra TE. Se você vir um personagem com o nick no formato (Verdura/Legume)~* andando por ai no bRO, provavelmente sou eu :). Sou mais ativo na comunidade do Poder Interior (MTK/SL), e por vezes ajudo um pessoal com conhecimento específico de AB ou conhecimentos gerais de rag (longe de ser um especialista). Passei a maior parte desse ano jogando de Main Bragi, e mesmo não sendo nem o melhor Main Bragi do meu clã (mas ai é falta de dedo mesmo) eu estudei bastante da classe pra tentar otimizar meu personagem, e como existe uma escassez de material específico e atualizado sobre Guerra TE (existe um guia de Ciganas e Menestréis TE no fórum já, mas ele tá velhinho e a pessoa que postou parece que não tá mais ativa ), resolvi compartilhar um pouco do que sei. Durante o guia, eu falo muito em Redução Humanoide. Esse é o termo comumente usado pois no começo do ragnarok não existia diferenciação entre Humano e Humanoide, então a comunidade da WoE no geral usa esse termo para se referir à Resistência à Raça Humano. Ao buscar soluções/equipamentos de redução não citados aqui tenha em mente que você precisa de Resistência à Raça Humano, e não à Humanoide. São coisas diferentes. Comentário geral Sobre a Guerra TE atualmente Afinal, o que faz um artista suporte? Atributos Habilidades que não podem faltar Um pouco sobre a gameplay Os principais perigos Equipamentos Topo Meio Baixo Cartas para a Cabeça Armadura Cartas para Armadura Escudos Cartas para Escudo Armas Cartas para Armas Capa Cartas para a Capa Sapatos Cartas para Sapatos Acessórios Cartas para Acessórios Consumíveis Considerações finais Se você é um jogador que gosta de jogar de suporte, e se sente sem espaço no PvM atual, sugiro que experimente WoEs. Na verdade, sugiro que todos experimentem jogar uma WoE, é uma modalidade de jogo muito interessante, e altamente dependente de PS. Depois que você supera o preconceito vigente na comunidade de Ragnarök que PvP/WoE é só “quem clica primeiro”, e experimenta as modalidades, você simplesmente se toca que a matação de bichinho voador é o verdadeiro “quem clica primeiro”. Uma coisa, contudo, é verdade: PvP/WoE atualmente é só gasto. É impossível lucrar com WoE ou PvP, e eu pessoalmente acredito que isso é uma das coisas que afasta os jogadores da modalidade. Afinal, alguém iria Cheffênia/Torre/Lab Central se fosse só jogar consumível/zenny no ralo em troca de diversão? Eu pessoalmente duvido, e, no momento, jogar PvP/WoE é exatamente isso. Então fica aqui meu apelo pela revisão de premiação dos rankings das WoEs, dos drops de Baú, e pela adição de um sistema de premiação por ranking em PvP ou pelo menos um evento que contemple essas modalidades. No mais, se alguém quiser bater um papo, meu discord é Kokuritsu#1006, só chamar lá. Changelog
  2. 2 points
    O fórum tem esse bendito limite de reações, mas eu gostei de todas, todas muito boas ideias, me diverti muito lendo e imaginando. Espero que a Gravity faça jus ao potencial. Hmm, é verdade...E realmente, seria interessante. Poderia ser uma classe mais focada pra modalidades competitivas e talvez a bandeira pudesse até mesmo ser a customizável do clã. E o mais interessante seria fazer essa ligação com Alberta, que já é naturalmente a cidade da guilda provavelmente justamente pelo transporte marítimo. Ainda que continuasse no caminho dos Shuras, ainda poderia ser também uma boa alternativa ao Inquisitor.
  3. 1 point
    tópico ficou muito bom, parabéns pelo trabalho
  4. 1 point
    Muito legal! Imagino que na hora que vier o rebalanceamento do Tyr, essa build vai ser muito popular
  5. 1 point
    todo o dia alguém pedindo old times mesmo falando mil vezes que um servidor assim é fora de condições e RagZero vai até o lvl 150 como transclasse, então não é a mesma coisa
  6. 1 point
    É duro esse abandono :/, se a comunidade não cuidasse nem duvido que todos os castelos seriam um spot de farm tipo o famigerado G5 da Vendetta no Thor. Eu fiz pensando mais numa possível tag pra surgir, visto que a maioria das tags já tem pelo menos um main bragi de ofício, e ai quem tiver esse tipo de interesse não tem muito de onde tirar infos de como montar um Vou ver se faço mais aqui. Gosto do fórum ter material, apesar de não ser exatamente o primeiro lugar em que as pessoas buscam infos atualmente
  7. 1 point
    Ótimo guia! Fico muito feliz de ver um guia assim por aqui. As guerrinhas tão abandonadas pela gravity/wp, mas não por nós players. Talvez com guias assim, chame a atenção de mais gente pra participar das guerrinhas.
  8. 1 point
    Me permitam fanficar um pouquinho 😁 Espadachim > Gladiador > Berserker: Guerreiro especializado na arte da espada de duas mãos, mas pouca armadura (canhão de vidro). A lore é porque existe torneios de combate no mundo de Ragnarok, existe aqueles espadachins que são tão apaixonados pelo combate e espíritos livres que não querem ter ligações com uma ordem, a coroa ou a igreja de nenhuma forma. Além do foco em espada de duas mãos, tem acesso a diferentes tipos de "furias" (habilidade que fortalecem a medida que você toma dano) e um novo acessório: Redes, que iria funcionar quase como uma armadilha pra caçadores, mas ao invés de dano causaria alguns tipos de debuffs (como diminuir defesa). Gatuno> Corsario > Bucaneiro: Malandros que obtiveram um treinamento único por desbravarem o mar do mundo de Ragnarok. Passam a ter acesso a rifles, mas sua especialidade é no uso de uma nova categoria de arma: Floretes, espada de uma mão que o dano ficaria entre uma adaga e uma espada comum. Possuem habilidades de auto buff para se tornarem exímios duelistas (tendo skill passiva que pode substituir for por dex no modificador de dano por florete), tendo pouca utilidade para matar hordas de inimigos. Sua utilidade em partys é os buffs com suas bandeiras, que afetam somente quem esta dentro de uma area 9x9. Em pratica, são melhores killers mas piores suportes que os músicos. Noviço> Taoista > Teurgista: Menos sacerdotes e mais estudiosos, são aqueles do baixo clero que exploraram os segredos de grandes espíritos ancestrais descritos nas bibliotecas de louyang e amatsu, ganharam poderes com esse sincretismo ao dominarem artes misticas (divinas?) antigas. Perdem acesso a maças e soqueiras, mas podem usar todo tipo de livro, cajados e adaga. Servem como o oposto dos sacerdotes. Poucos buffs, muitos debuffs e habilidades de dano mágico, separadas em sagrado, sombrio e fantasma. Algumas habilidades, especialmente as poucas de buff, consomem talismãs. Mago > Transmutador > Geomante: Magos militarizados especializados em combate físico. Isso mesmo que você leu, vendo a necessidade de mais gente para ser colocada na linha de frente nas guerras que estão por vir estes magos se aprofundaram nas artes de transformarem seus corpos (literalmente) em uma arma. Se transformando em criaturas focadas em algum atributos (transmutador) ou aprendendo a usar os elementos como armas em seus punhos ou garras (geomante). Passam a ter acesso a equipamentos de defesa melhores e soqueiras, mas ainda não são capazes de usar armaduras pesadas de nenhum tipo. O dano elemental escala com a int também, então não se perde tanto em upar esse atributo. Arqueiro > Caçador de Recompensas > Xerife: (necessário Rock Ridge). Ganham acesso a pistolas (e apenas essa), podem continuar usando arcos mas não há nenhuma habilidade para essa arma, as passivas do arqueiro se aplicam a pistolas. Arqueiros que amam dinheiro e atirar, em pessoas de preferência, então é isso. O nome das classes já são bem sugestiva pra explicar lore. As habilidade lembram a de justiceiro, não são tão bons para mobbar mas são melhores no 1x. Possuem a mecânica única de "recompensa", que garante bônus a cada numero de abates obtidos no mapa. Mercador. Não consegui pensar em nada de muito bom. Acharia interessante uma lore ligando eles a tecnologia de poder de fogo (e não a mecânica) de Schwartzwald, imagino que todo mercador adoraria por as mãos na pólvora. Ter habilidade a Arremessar Granada e pensar numa skilltree montada nessa ideia. Artilheiro? Inventor? Granadeiro? Só não consegui desenvolver uma ideia boa...ainda.
  9. 1 point
    Ta no jogando no servidor errado. Tentei migrar pro val uma vez e o que me impediu foi exatamente isso. No Thor, se eu quiser eu faço revenda no mesmo dia. Compro o item barato e vendo logo 2-3h depois O problema que vejo muito é que quando vem um novato perguntar as vantagens de cada servidor, esse tópico do comercio dificilmente aparece. A verdadeira vantagem do val é ter 2 armazéns de 600(ter 1 de 300 no thor é um inferno) e ter cheffenia vazia. O resto não faz tanta diferença Por isso, mesmo com o drop maior vc acaba fazendo menos grana.
  10. 1 point
    O valhalla tem dois problemas: muita gente full equipada e cabeças muito duras em relação a precificação. Isso acontecia muito no Asgard também. As pessoas preferem manter o mesmo preço por meses e não vender o item, do que abaixar e circular a grana. Junto do fato de ter pouca procura pra maioria dos itens, pois tem muita gente no end-game, acaba ficando preso mesmo os itens.
  11. 1 point
    O comércio do Valhalla é parado mesmo, mas sempre sai. A questão é que a demanda é menor que a oferta e os preços tendem a abaixar, porém, se tiver calma e paciência vende e até mesmo mais caro que a média. Sugestões minhas: 1) não adianta colocar venda dia de semana em horário comercial, tem mais jogadores online durante as noites e finais de semana. 2) Tende enxergar o preço de venda antes de colocar para vender. 3) Itens fora do meta o valor caiu muito, de fato, porém ainda tem gente que compra, então basta manter lá a venda, principalmente se for item que não tenha outras ofertas.
  12. 1 point
    Para mim: Espadachim: Bárbaros, que seriam uma classe que se afastou da devoção dos Guardiões Reais e também não tem interesse nos poderes das runas, simplesmente é uma classe que desperta a essência mais cruel dos espadachim, fazendo o frenesi dos cavaleiros parecer brincadeira de criança. São especialistas em combate com espadas de uma, duas mãos e machados, unindo resistência e força física inimagináveis. Mercador: Corsário, que seria sinônimo de pirata, mas que soa mais legal! Seria uma classe especializada em contrabando, inclusive dizem que a classe tem uma relação com a chegada do paramarket no jogo (Conspiração? kkkk). Em combate são muito fortes fisicamente, podendo utilizar skills muito poderosas com espadas de uma mão e até serem exímios atiradores, podendo equipar pistolas e rifles, assim como os insurgentes. Gatuno: Ilusionistas. Diante do caos e da miséria que permaneceu por anos em Morroc, alguns gatunos tiveram que aprender técnicas capazes de persuadir até mesmo trapaceiros e assassinos, dessa forma surgem gatunos que se tornarem mestres em enganar a mente humana, com truques cada vez mais elaborados. Podem equipar adagas, espadas, livros e também uma nova classe de armas, as varinhas mágicas. Magos: Cronomante, que seriam uma classe de magos diferentes das vertentes dos arcanos e dos feiticeiros, uma vez que teriam destaque para magias que afetam o tempo e o espaço. Pode-se dizer que ao descobrirem a fenda dimensional, uma minoria de magos se sentiram atraídos por tal magia, a ponto de estudarem tanto essas distorções temporais a ponto de se especializaram nesse quesito. Arqueiro: Treinadores, assim como os sentinelas, também podem equipar arcos, no entanto a sua especialidade seria em domesticar monstros ao seu próprio favor, sendo totalmente diferente dos Wargs/Falcões/Corujas dos Sentinelas. Essa classe pode fazer monstros do próprio pve se tornarem seus aliados, enquanto atacam a longa distância! (Será que poderiam utilizar Mvp's ao próprio favor? kkk) Noviço: Ermitão, essa classe se afastou dos dogmas dos arcebispos e também não seguiu o caminho dos punhos shuras, sendo que preferiram seguir a arte da cura por meio do ambiente, da natureza e se isolando. São mestres em curar e remover status com a mistura de ervas e outros itens, além de também conhecerem muito bem tudo que o meio ambiente pode oferecer.
  13. 1 point
    A wp prometendo updates me lembra o julius dando dinheiro pro chris "Pai me dá 50 reais ?" Julius: "40 reais? pra que vc quer 30 reais se 20 ja tá bom? pega 10 e dá 5 pro seu irmão"
  14. 1 point
    Minha dica é, se você não estiver fazendo isso, buscar fazer: Listar os principais itens que você quer vender, postar periodicamente no grupo oficial do facebook e no discord, além da área de comercio aqui no fórum. Talvez os itens que está vendendo não estejam tendo uma grande procura, mas divulgando assim, talvez quem veja seus anúncios lembre que estava querendo esse ou aquele item e nunca mais pesquisou... Só tente não colocar MUITOS itens, ou postar TODA HORA, otimize o tempo do comprador pra ele não bater o olho num post gigante e repetitivo e apenas passar para o próximo, deixando vc como o chato querendo empurrar suas vendas.
  15. 1 point
    Bom, é claro que no Val tem menos jogadores, então não dá pra comparar com o Thor. E eu não lembro de nada específico da virada de ano que pudesse ter influenciado. Talvez tenha sido o fato de jogos terem passado por uma alta de jogadores no período. Agora, o comércio é uma das partes mais importantes (e divertidas, pra muitos) do jogo. A staff poderia aquecer o comércio se quisesse, tirando logo essa taxa (que eles só ficam postergando), diminuindo o preço dos passes, e aumentando o número de slots, se esse último fosse possível. Assim o Zeny roda mais rápido e chega até alguém que tenha interesse nos seus visuais. Mas, aparentemente isso não é prioridade. E nem parece o intuito, já que aparentemente, por incrível que pareça, eles chegaram a aconselhar jogadores a não fazerem negociações com estranhos.
  16. 1 point
    dica para vender: abaixe os preços vai fazendo gradual pra ver o mercado, vai baixando de 5kk em 5kk pra itens que custam mais de 200kk, ou 500k em 500k para os que são abaixo de 30kk, por exemplo, mas vai sentindo o mercado o mercado é assim, se não tem demanda pros itens que você quer vender, ou baixa para ver se aparece comprador... ou vai ter que esperar mesmo muitos vendedores não perceberam ainda que os preços estão deflacionando, estão baixando... não adianta querer vender uma serafim por 150kk porque lá trás você comprou por 250kk (apenas um exemplo), se você quiser continuar ofertando por 150kk ninguém vai comprar... um exemplo de deflação: OH/Amonha etavam por 10b ou mais no ano passado, hoje você vê negociações entre 6b e 8b
  17. 1 point
    Olha, é difícil saber o que você consegue fazer ou não com esse Doram, ainda mais por eu não ter jogado muito de Doram. Vou copiar e colar a resposta que dei em outro tópico. Depois talvez alguém venha e te ajude de forma mais específica.
  18. 0 points
    Criar um servidor novo como se fosse o começo do ragnarok 99/50 full woe vendendo só visuais, consumiveis ( para quem trabalhar e só quer woe ) e vip. Existem vários servidores ilegais assim que são lotados de guilds full woe ! Pq não trazer isso aqui para o servidor oficial?
×
×
  • Create New...

Important Information