Jump to content
Sign in to follow this  
petzinha

Carta aberta a comunidade LGBT e a Warpportal Brasil

Recommended Posts

Para os que acham que é mimimi, o item é ofensivo SIM!

Se esse krolho não te ofende, é porquê o alvo da piada não foi você.

Precisamos de respeito e empatia com a nossa comunidade do Rag que já não é tão grande. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

2020 e vocês ainda não aprenderam a lidar com o Claitos.

Olha, eu vou falar como LGBT mas não como trans, já que não é minha sigla. Linguisticamente falando, aqui no Brasil, quantas pessoas vocês veem usando o termo "shemale" para ofender mulheres trans ou travestis? Eu posso estar vivendo no mundo de Bob mas eu particularmente só vi esse termo em toda minha vida para zoar homens que se passavam por mulheres em jogos online. Nós temos o costume de pegar palavras estrangeiras e darmos um significado próprio, o exemplo mais comum que posso pensar é a palavra "top" que virou um adjetivo aqui (junto com suas variações “topzera”, “topper”, “topíssimo” e afins) e não remete nada a seu significado original na língua. Tanto é que, a pessoa que fez a descrição do item obviamente não relacionou uma coisa com outra, e portanto não achou ofensivo.

Mas é aquilo, se ofende alguém não vejo porquê não tirar.

Edited by sxczvw
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Orgulho disse:

As pessoas podem se sentir ofendidas pelas mais diversas e peculiares coisas, pois a sensação de ofensa é subjetiva.

Eu, por exemplo, me senti ofendido por este seu post e exijo que você o delete.

É subjetivo, mas existe o bom senso, que guiou na criação das leis e normas sociais humanas.

Se você não usar da capacidade exclusiva do ser humano de raciocinar, fica muito fácil utilizar o etimólogo do subjetivo pra manipular um debate com a falácia do espantalho.

Logo, você não quer debater nada, só utilizar desses métodos baixos de retórica pra polemizar o post.

Edited by Zangz
  • Like 3

beelrape2.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, Orgulho disse:

O que você escreveu não sentido, você usa termos que não domina - provavelmente por pensar que são difíceis, elevados, intimidantes. Isso é pedantismo. Pesquise o que é um etimólogo, e vai ver quão engraçado foi o que você disse.

A falácia do espantalho só teria rolado se eu tivesse dissimulado o que você disse, afirmado que falou outra coisa, e não foi o caso.

Meu discurso não foi retórico, mas lógico: demonstrei que, seguindo sua proposição (a de sermos obrigados a balizar nossas atitudes pelo como qualquer pessoa se sente) seríamos levados ao absurdo de sermos obrigados a tudo, a qualquer momento, pois qualquer pessoa pode se sentir ofendida com qualquer coisa. É o recurso lógico conhecido como reductio ad absurdum

Falou bosta.

  • Like 1

assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Orgulho disse:

As pessoas podem se sentir ofendidas pelas mais diversas e peculiares coisas, pois a sensação de ofensa é subjetiva.

Eu, por exemplo, me senti ofendido por este seu post e exijo que você o delete.

Isso que vc fez não é redução ao absurdo, mas sim um slippery slope, e é uma falácia sim.


Vale a pena usar Ticket de Promoção? https://www.youtube.com/watch?v=neCFkaV0i6k

Share this post


Link to post
Share on other sites

E esse malabarismo pro preconceituoso dizer que não é preconceituoso...

Paciência.

Aliás, qualquer criança, desde que nasce está apta a ter contato com o mundo ao seu redor inclusive a diversidade sexual e afetiva, seguindo esse teu raciocínio nenhum conto de princesa poderia ter beijo entre ela e o príncipe. 

E não tratamos de sexualidade aqui, tratamos de diversidade de gênero que pode ser homem, mulher, algo entre os dois, ou nenhum deles, e que não existe obrigatoriamente conexão entre gênero, performance de gênero e sexo biológico. Esse é o público sendo tratado aqui, nesse caso inclusive uma criança pode se enquadrar como macho, porém se sentir melhor performando o gênero  feminino e ainda assim gostar de futebol e carrinhos, as coisas não estão relacionadas. 

E sim, essa palavra shemale é ofensiva para esse público. Eu mesma já usei essa palavra pra me referir a diversas pessoas e brincadeiras, mas é errado e hoje tenho consciência disso. Você enquanto homem, teoricamente hétero e cis, não tem local de fala nessa discussão, sua posição é de ouvinte.

 

Edited by Hela - NSFW

assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Orgulho disse:

Por que um jogo online para crianças com mais de 12 anos DEVE abordar temas de sexualidade?

Qual a relevância para um jogo de combate com a temática da mitologia nórdica do órgão sexual das pessoas com que outras transam?

Por que a sexualidadae, hetero ou homo, PRECISA ser abordada?

Aliás, qualquer criança, desde que nasce está apta a ter contato com o mundo ao seu redor inclusive a diversidade sexual e afetiva, seguindo esse teu raciocínio nenhum conto de princesa poderia ter beijo entre ela e o príncipe. 

E não tratamos de sexualidade aqui, tratamos de diversidade de gênero que pode ser homem, mulher, algo entre os dois, ou nenhum deles, e que não existe obrigatoriamente conexão entre gênero, performance de gênero e sexo biológico. Esse é o público sendo tratado aqui, nesse caso inclusive uma criança pode se enquadrar como macho, porém se sentir melhor performando o gênero  feminino e ainda assim gostar de futebol e carrinhos, as coisas não estão relacionadas. 

E sim, essa palavra shemale é ofensiva para esse público. Eu mesma já usei essa palavra pra me referir a diversas pessoas e brincadeiras, mas é errado e hoje tenho consciência disso. Você enquanto homem, teoricamente hétero e cis, não tem local de fala nessa discussão, sua posição é de ouvinte.

 


assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Orgulho disse:

Fato curioso: a expressão "lugar de fala" (é o termo original) foi disseminada no Brasil por uma pensadora chamada Djamilla Ribeiro. É impressionante a diferença entre o que o significado do termo, cunhado por ela, e aquele que é dado pelas pessoas que o utilizam. O sentido é o oposto, ele é invertido.

Lugar de fala foi cunhado para admitir todo e qualquer ponto de vista sobre qualquer tema - pois qualquer um tem um ponto de vista, e este deve ser inserido na discussão. Ela usa a expressão para demonstrar que "minorias" também devem ser ouvidas, algo com que concordo. 

Mas é muito curioso como hoje a galera usa isso para cercear opinião dos outros. 

Lugar de fala é usado para deixar que as pessoas atingidas e representadas em um discurso sejam as que vão falar sobre eles. Ninguém melhor para falar sobre machismo do que o lado não favorecido por ele, ninguém melhor para falar sobre transfobia do que pessoas trans, ninguém melhor para falar sobre feminismo do que uma mulher, ninguém melhor para falar sobre homofobia do que gays e lésbicas.

É basicamente uma solicitação com educação para que principalmente homens não tentem, como fizeram durante milênios, silenciar qualquer pessoa que não esteja alinhado no desenho de macho, homem, preferencialmente branco e se possível classe média pra cima. n

É garantir que a parte mais fraca seja ouvido e que o discurso mais valorizado dessa vez não seja o do opressor, mas sim o do oprimido. Num passado não tão distante sua fala seria a mais válida, mas aqui, com a comunidade organizada, quando um homem vier tentar ensinar para nós que vivemos isso todos os dias o que é homolesbotransfobia, nós poderemos virar pra você e dizer "cale a *** da boca e escuta" porque VOCÊ NÃO SABE DO QUE ESTA FALANDO.

Entendeu agora, anjo?

  • Like 1

assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Orgulho disse:

Em outras palavras: quem quer que não seja o "oprimido" em questão não deve ser ouvido, não deve poder falar.

Uma coisa é deixar que pessoas falem, e não estou impedindo nem contrariando isso. Outra coisas é APENAS deixar que essas pessoas falem.

Deixar que essas pessoas falem e que o discurso delas sejam o que tem mais valor, não o seu.

Tu pode falar, como já falou, mas você não tem propriedade, não tem vivencia, não contribui é apenas um homem que não sabe do que está falando, mas fala mesmo assim porque foi ensinado desde criança que sua opinião importa, mas sabe, anjo... Aqui ela não importa porque não estamos falando pra você, não estamos pedindo a sua aprovação, estamos IMPONDO nossa presença aqui, e você pode discordar, mas é só isso que vai ser, discordância. Esse lugar não é seu, não é pra você e não dependemos da sua aprovação.

 

Edited by Hela - NSFW
  • Like 1

assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Orgulho disse:

Como ousa presumir que eu seja homem, ou hétero, ou cis? Você está presumindo meu gênero sem antes me perguntar como me identifico?

Quem disse que eu não me identifico como uma garota negra e cadeirante de 8 anos de idade?

Já que acabaram seus argumentos, encerramos por aqui.

Best Hot Anime Guys GIFs | Gfycat

Bj

Edited by Hela - NSFW
  • Like 1

assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Wodsonslk disse:

Rapaz, não vejo pq não mudar, mas tenho que concordar que "shemale", pra mim, remete a um homem jogando com personagens femininos. Eu mesmo sou shemale desde que comecei a jogar MMORPG's.

Nunca passou ou passaria pela minha cabeça traduzir como "traveco" ou algo do tipo.

O mesmo aqui. O pessoal sempre usou shemale para se referir aos caras que fazem char mulher para conseguir o login e senha de outro cara. Ou simplesmente um cara que usa char mulher sem más intenções. Shemale sempre fez parte da cultura do Rag, e de outros jogos online tbm. Acho que tá acontecendo um encontro de realidades/gerações diferentes. Tbm não sabia que pode significar traveco. Mas esse tópico me motivou a pesquisar shemale no Google. E me deparei com essa imagem. Talvez essa revolta toda e ameaças de boicote devessem ser usadas em direção ao Google, Indústria Pornô etc., pq não é um termo descontinuado, como disseram. No caso do Rag, acredito que a staff retiraria o termo da descrição só em expor que o mesmo deixa parte do público desconfortável e ofendido. Não há pq não mudar. 

topic.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Orgulho disse:

Só se o que falei não fosse verdade, não é o caso. Vou desenhar e explicar o desenho:

Desculpa, mas vc está enganado. O que vc disse não é condição pra falácia slippery slope. Vc disse pro amigo ali ler o que significa a palavra etiomologo. Pois então, vá ler o que redução ao absurdo e, principalmente, o que é slippery slope. A palavra shemale ofende a comunidade lgbt por ser transfóbica. Ou seja, o problema é a transfobia, e não o mero ato de ofender. Por exemplo, posso te ofender ao te chamar de noob, mas isso não está atrelado à um comportamento de discriminação de um setor da sociedade. Por isso, o o que vc disse antes não é uma redução ao absurdo, e sim um slippery slope. “Se legalizar a compra e vende de arma todo mundo vai se matar” -> Slippery slope. “Termos racistas ofendem e quem define que um termo é racista é a comunidade preta” -> argumento válido e verdadeiro. Perceba que o problema é o racismo, e não a ofensa pela ofensa (não que isso não seja errado, mas são coisas distintas).

O teu argumento slippery slope: “Se tem de proibir um termo por ser ofensa, então todos os termos deveriam ser proibidos se ofende alguém”.

Espero que vc tenha entendido. Caso contrário, há vários cursos on-line de lógica e critical thinking, te recomendo que faça um.

  • Like 1

Vale a pena usar Ticket de Promoção? https://www.youtube.com/watch?v=neCFkaV0i6k

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, paulao_ disse:

Ia ficar quieto porém deposi dessa sou obrigado a me manifestar?

Gostaria de saber inicialmente quem eh  vc pra impor algo aqui?vc pode impor algo na sua casa ,já aqui ou em outro lugar não 

 

Se vc eh o homossexual ou não, isso  não faz de vc Deus  meu amigo ou amiga ,respeita a opinião do seu colega e mantenha sua linha

Espuma mais que choro de marmanjo é a razão de eu estar aqui

 

Risada GIFs - Get the best GIF on GIPHY

  • Like 1
  • Haha 1

assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Leon Harty disse:

Até hoje eu tenho dúvidas sobre isso.

Já existe algum estudo científico que realmente comprovou e solidificou isso de orientação sexual ser inerente e não uma escolha?

 

Precisa?

Considerando que LGBTs são maltratados, mortos, sofrem preconceitos e outras indignidades, porque alguém ESCOLHERIA passar por isso, se tudo o que bastasse para evitar todo esse sofrimento supostamente desnecessário fosse ESCOLHER não ser gay/lésbica/trans?

Fingir não ser é outra coisa, e viver na mentira não faz ninguém feliz.

  • Like 1

Cogito, ergo sum.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu me considero um cientista, então minha curiosidade é natural.
Mas a resposta para a sua pergunta é simples: você se surpreenderia com o comportamento e a mente humana dada certas circunstâncias.

Eu posso até mesmo retornar a pergunta a você. Como você comprovaria quem é o verdadeiro LGBT e quem só está fingindo 100%, com todos os padrões ou normas que se enquadre pra ser LGBT só para ganhar algum benefício fictício do governo, por exemplo?

Obviamente a situação é hipotética mas você entendeu a questão. Eu gostaria de saber se existe uma forma científica de comprovar isso, da orientação sexual. Algo embasado em genética? Só pela curiosidade mesmo, eu não dou a mínima pra quem se diz homem e quem se diz armário de cozinha ou mulher. Eu julgo as pessoas pelo que elas fazem, não o que dizem ser.

 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 minutos atrás, Leon Harty disse:

Até hoje eu tenho dúvidas sobre isso.

Já existe algum estudo científico que realmente comprovou e solidificou isso de orientação sexual ser inerente e não uma escolha?

 

existe alguns estudos sim, na parte de psicologia principalmente, se jogar no google acadêmico vai achar vários estudos e artigos sobre.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Leon, não acho que o melhor lugar para um "cientista" se embasar seja no fórum do ragnarok. Recomendo que procure sobre o fracasso das terapias de conversão (referente a sexualidade) e o fracasso das terapias de adequação de gênero (referente a transexualidade). 

No mais, a psicologia (maior parte dos estudos) entende a sexualidade como um espectro que vária de um extremo a outro e você está enquadrado em um pedaço desse espectro. A sua percepção da sua sexualidade não é imutável, mas não pode ser mudada compulsoriamente.

Quanto ao gênero ele é uma construção social e é embasado em como você se identifica na sociedade, cada sociedade teve sua versão de homem/mulher ou de gêneros além ou entre esses. Também recomendo que de uma estudada em sociologia e de preferência de atenção a pesquisadores e sociedade que não sejam apenas europeus. 

Quanto a "ser lgbtqia+ de verdade", é mais comum héteros falsos para conseguirem a vantagem de ser hétero e na verdade estão alinhados em outro ponto do espectro do que o contrário.

Att 

Edited by Hela - NSFW

assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu concordo 100% sobre aqui não ser o lugar correto. É que sempre que eu vejo alguém falando assim com tanta veemência eu acredito que teve algum breakthrough e pergunto sobre isso mas o máximo que consigo encontrar é algo subjetivo. Psicologia é uma área muito incoerente e os estudos de comportamento variam de indivíduo pra indivíduo e mesmo tendo as condições de ambiente e afins iguais, é bem comum resultados diferentes.

Bem isso mesmo: "No mais, a psicologia entende a sexualidade como um espectro que vária de um extremo a outro e você está enquadrado em um pedaço desse espectro. A sua percepção da sua sexualidade não é imutável, mas não pode ser mudada compulsoriamente."

No mais, ansioso pra ver como o Dundé adequará a tradução.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, Leon Harty disse:

Eu concordo 100% sobre aqui não ser o lugar correto. É que sempre que eu vejo alguém falando assim com tanta veemência eu acredito que teve algum breakthrough e pergunto sobre isso mas o máximo que consigo encontrar é algo subjetivo. Psicologia é uma área muito incoerente e os estudos de comportamento variam de indivíduo pra indivíduo e mesmo tendo as condições de ambiente e afins iguais, é bem comum resultados diferentes.

Bem isso mesmo: "No mais, a psicologia entende a sexualidade como um espectro que vária de um extremo a outro e você está enquadrado em um pedaço desse espectro. A sua percepção da sua sexualidade não é imutável, mas não pode ser mudada compulsoriamente."

No mais, ansioso pra ver como o Dundé adequará a tradução.

Outro ponto também é que além de LGBTQ's serem material de estudo, nós falamos, levando em conta isso o que eu e a maioria dos meus amigos que também se encontram na sigla dizem é que desde que sua sexualidade aflorou, independente da idade ela se manteve fora do espectro cis/hétero. 

Evidências anedóticas, mas é o mais confiável que alguém conseguirá chegar. No mais, apesar de teoricamente hétero, sua sexualidade continua sendo uma sexualidade, se pergunte, desde quando você se atrai por mulher, essa atração é uma constante, quantas vezes já se tocou pensando no mesmo gênero, acha que poderia fazer tratamento e começar a gostar do mesmo gênero? E por aí vai.

Att

Edited by Hela - NSFW

assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, paulao_ disse:

Tem estudos específicos sim ,se eu colocar aqui, povo vai chorar rs

 

Vivemos em um.mundo onde Pablo vitar foi considerado umas das mulheres mais sexys do brasil Rsss.

E a thami Gretchen foi garoto propaganda da natura (pai do ano) no dia dos pais ,vou falar oque mais???? Rsss

Lembrando que homo/transfobia é crime diga, porque o Thami Gretchen não é elegível a pai do ano já que ele é pai e foi convidado?


assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ou seja, lugar de fala é um argumento ad hominem gourmetizado. 

Se você faz parte do grupo e é um ignorante, seu argumento vale mais do que o de quem estuda o tema, kkkkkk!?

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 minutos atrás, paulao_ disse:

.

E a thami Gretchen foi garoto propaganda da natura (pai do ano) no dia dos pais ,vou falar oque mais???? Rsss

Thamy foi só uma de varias pessoas convidadas para a campanha,  você está desinformado, vários pais héteros figuraram na campanha, representatividade é algo bacana e deveria ser estimulado independentemente de ideologia.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, paulao_ disse:

Desculpa amigo, porém eu como pai ,acho ridículo ele ser considerado pai do ano

Pai do ano eh aquele cara que batalha todo dia pra por o Arroz e feijão em cima da mesa 

 

Se vc acha que eh homofobia paciência,porém dIscordo totalmente. 

Desculpe mas nos dias atuais tem muita inversão de valores,só falo oque muita gente pensa ,conversando com meus amigos aqui ,ninguém gostou dele ou dela ser o melhor pai do ano,e deu muito oque falar nas redes sociais.

Sinto muito mas vc não pode ficar querendo calar as pessoas ,por vc ser  de qualquer gênero 

 

Vc cobra igualdade mas quer impor a força,como se fosse um ser sobrehumano

ELE foi eleito por uma MARCA PRIVADA como pai do ano, não ficou feliz? Existem outras marcas, mas aí qual seria a sugestão? Quem te representaria como pai do ano, porque a relutência em chamá-lo pelo pronome certo apesar do mesmo se apresentar assim?

Mas vamos lá, qual característica dele o invalida como pai do ano, já que o filho dele não está morto de fome, podemos supor que ele o sustenta, inclusive a criança está bem gordinha...

Qual característica que o invalida. É homem o suficiente pra falar?


assinatura.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information