Jump to content

Precisamos falar sobre o autismo!


xXNoctisXx

Recommended Posts

Autismo

 

O autismo, ou Transtorno do Espectro do Autismo (como foi tecnicamente denominado pelo DMS-5, o Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais)[1], é um distúrbio neurológico caracterizado por comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamento restrito e repetitivo.[2] Os sinais geralmente desenvolvem-se gradualmente, mas algumas crianças com autismo alcançam o marco de desenvolvimento em um ritmo normal e depois regridem.[3]

 

O autismo é altamente hereditário, mas a causa inclui tanto fatores ambientais quanto predisposição genética.[4] Em casos raros, o autismo é fortemente associado a agentes que causam defeitos congênitos.[5] Controvérsias em torno de outras causas ambientais propostas;[6] a hipótese de danos causados por vacinas[7] são biologicamente improváveis e têm sido refutadas em estudos científicos. Os critérios diagnósticos exigem que os sintomas se tornem aparentes antes da idade de três anos.[8][9] O autismo afeta o processamento de informações no cérebro, alterando a forma como as células nervosas e suas sinapses se conectam e se organizam; como isso ocorre ainda não é bem compreendido.[10] É um dos três distúrbios reconhecidos do Transtorno do Espectro do Autismo (ASD, na sigla em inglês), sendo os outros dois a Síndrome de Asperger, com a ausência de atrasos no desenvolvimento cognitivo e o Transtorno global do desenvolvimento sem outra especificação (comumente abreviado como PDD-NOS (sigla em inglês) ou TID-SOE (sigla em português)), que é diagnosticado quando o conjunto completo de critérios do autismo ou da Síndrome de Asperger não são cumpridos.[11]

 

Intervenções precoces em deficiências comportamentais, cognitivas ou da fala podem ajudar as crianças com autismo a ganhar autonomia e habilidades sociais e de comunicação.[12] Embora não exista nenhuma cura conhecida,[12] há relatos de casos de crianças que se recuperaram.[13] Poucas crianças com autismo vivem de forma independente depois de atingir a idade adulta, embora algumas tenham sucesso.[14] Tem se desenvolvido uma cultura do autismo, com alguns indivíduos buscando uma cura enquanto outros creem que o autismo deve ser aceito como uma diferença e não tratado como um transtorno.[15]

 

Desde 2010, a taxa de autismo é estimada em cerca de 1–2 a cada 1.000 pessoas em todo o mundo, ocorrendo 4–5 vezes mais em meninos do que meninas. Cerca de 1,5% das crianças nos Estados Unidos (uma em cada 68) são diagnosticadas com ASD, a partir de 2014, houve um aumento de 30%, uma a cada 88, em 2012.[16][17][18] A taxa de autismo em adultos de 18 anos ou mais no Reino Unido é de 1,1%[19] o número de pessoas diagnosticadas vem aumentando drasticamente desde a década de 1980, em parte devido a mudanças na prática do diagnóstico e incentivos financeiros subsidiados pelo governo para realizar diagnósticos;[20] a questão se as taxas reais têm aumentado realmente, ainda não é conclusiva.[21]

 

No Brasil, ainda não há número precisos, muito menos oficiais a respeito de epidemiologia dos casos de autismo. O único estudo brasileiro sobre epidemiologia de autismo,[22][23][24] foi feito em 2011, numa amostragem num bairro da cidade de Atibaia (SP), resultando em 1 caso a cada 367 crianças.

AnimatedShabbyDwarfmongoose-size_restricted.gif

Link to comment
Share on other sites

é importante lembrar que existe até estudo mencionando a quantidade de RKs de sopro com essa condição.

é triste mesmo.

 

https://oglobo.globo.com/rag/rks-sao-as-classes-com-mais-jogadores-autistas-diz-cientistas-225254505

[sIGPIC][/sIGPIC]

Ajude o lixo estudante de psicologia aqui fazer uma pesquisa sobre rag: https://goo.gl/forms/yQKWSy9j4puI50WD2

Link to comment
Share on other sites

  • 3 years later...

Sim, este é um assunto atual e acho que este tópico deve ser atualizado a cada ano para que todas as pessoas saibam e leiam mais. Este tópico precisa de cobertura constante. Recentemente, li alguns ensaios sobre autismo no esta página e mudei muito meus pensamentos sobre isso. Agora eu vejo esse problema de uma maneira completamente diferente e até tenho alguns conhecidos com autismo - aliás, eles são pessoas maravilhosas.

Edited by Luiza_Ribeiro
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...