Jump to content

Karma?


Neph

Recommended Posts

Oi.Bom, acho que muitos me conhecem e, provavelmente, sabem que costumo evitar grupo e prefiro estar sozinho. Espero que não se importem em eu usar o bRO como exemplo. Ultimamente, mencionei assuntos como "acreditar".Pois bem, a Renovação chegou no bRO, muitos jogadores dando valor a grupo grande. Porém, mesmo assim evitei fazer grupo, porque prefiro estar sozinho e não acredito muito em estranhos.Agora na vida real...minhas aulas na faculdade começaram semana passada e já falaram em trabalho de equipe. E essa semana, me passaram um trabalho em grupo pra apresentar daqui a duas semanas. Isso significa, tenho que estar... com pessoas. Ironicamente, terei que acreditar nelas.Agora juntando as coisas: grupo num "joguinho 2d" sendo valorizado (perseguição ¬¬), certos assuntos em que toquei, e ainda trabalho de faculdade. Conclusão: "Alguém" está brincando comigo ou quer dar "lição de vida". (Ou bati a cabeça tão forte alguma vez e minha vida acabou virando um jogo de videogame)Como isso tudo pode acontecer?

Link to comment
Share on other sites

 Acho que isso foi meio melodramatico.

Realmente no rag up sozino é mt melhor...mais é caro.

Já sobre o outro assunto, sempre havera trabalhos em grupo pq agora vc DEVE acreditar nas outras pessoas de um jeito ou de outro...nao nao é karma pelo que eu axo que vc disse.É apenas uma conhecidencia quase nada avé

E vc é um nerd bitolado que vive no mundo 2D?*zoa*

Link to comment
Share on other sites

Pois bem, a Renovação chegou no bRO, muitos jogadores dando valor a grupo grande. Porém, mesmo assim evitei fazer grupo, porque prefiro estar sozinho e não acredito muito em estranhos.
Eu sou bem semelhante a vossa pessoa,eu gosto de ficar sozinho mas sinto falta de alguem que preencha uma vazio dentro de mim.
Agora na vida real...minhas aulas na faculdade começaram semana passada e já falaram em trabalho de equipe. E essa semana, me passaram um trabalho em grupo pra apresentar daqui a duas semanas. Isso significa, tenho que estar... com pessoas. Ironicamente, terei que acreditar nelas.
Não faço facul, mas o meu trabalho é necessário uma interação com equipes de outras cidades e estados, comunicação é a base de tudo mas sempre tem um que faz besteira. E eu sempre to lá pra corrigir as besteiras dos outros, por mais que as equipes estejam formas com membros de elite, sempre tem um que vai fazer alguma besteira. Na escola eu sempre preferi fazer os trabalhos sozinhos.
Agora juntando as coisas: grupo num "joguinho 2d" sendo valorizado (perseguição ¬¬), certos assuntos em que toquei, e ainda trabalho de faculdade. Conclusão: "Alguém" está brincando comigo ou quer dar "lição de vida". (Ou bati a cabeça tão forte alguma vez e minha vida acabou virando um jogo de videogame)Como isso tudo pode acontecer?

Acredito que sua preocupação em interagir com o exterior é tão forte que você associa os atuais acontecimentos a isso. Não posso dizer que é algo ruim , nem mesmo bom , mas deve ser uma fase. Nós sempre estamos mudando, ou como diria o Iroh "Você esta passando por uma metamorfose. Será dolorosa, mas no final você será o mais belo, aquilo que sempre desejou ser "

Conheça o meu guia de Bioquímico WoE. Clique no Zuko e conheça!

i2Enha2.gif

 

Link to comment
Share on other sites

Hm... Eu também não gosto de grupos, nem o RO e nem na vida. Lembro que na época do colégio eu sempre evitava entrar grupos ao máximo, por esse motivo sempre tive notas baixas por quase nunca ter feito trabalho desse tipo(se fiz 5 foram muitos)...

 

Mas eu não aconselho esse tipo de coisa a ninguém, pois atitudes misantrópicas podem acabar acarretando a algum distúrbio ou dificilmente uma pessoa assim vai conseguir um emprego ou mantê-lo.

 

Infelizmente na vida há momentos onde trabalhar em grupo é inevitável, você vai ter que ser obrigado a aceitar esse fato, ou continue preso na sua bolha de desconfiança e torne-se um hikikomori.

Link to comment
Share on other sites

Eu entrei agora em uma faculdade que adota o sistema PBL de ensino.

Formamos pequenos grupos tutoriais e somos expostos a problemas diversos

que tenham objetivos educaionais pré-definidos, esclarecemos uns aos

outros, fazemos associações de ideias livremente e compartilhamos

conhecimentos obtidos entre uma sessão e outra. Eu acho a dinâmica bem

interessante e estou quase que plenamente catequizado e convencido de

que funciona e traz resultados melhores que o tradicional método

centralizado no professor, como soberano detentor das informações e que

as transmite como se as pudesse "depositar" no aluno. As avaliações

formativas sempre nos apontam onde devemos melhorar, pela observação

crítica do próprio estudante e dos demais integrantes. Pois bem, o que

eu acho interessante é que é possível você trabalhar em equipe e ter um

bom desempenho individual, sem contar que, com isso, desenvolvemos

competências de comunicação - essenciais a minha área. Trabalhar sozinho

num jogo online é perfeitamente possível, porque ele não exige o

compromisso do contato interpessoal, mas não creio que faça muito

sentido - na perspectiva de que o diferencial dos MMOs é a interação de

jogadores em um mesmo mundo alternativo. Fazer um trabalho fica no meio

termo, porque as pessoas podem não formar um grupo coeso, ou seja, cada

um faz uma parte individualmente e só se reunem todos para apresentar. Isso não implica necessariamente a "confiança" uns nos outros, como você mencionou.

Enfim, viajei bastante e meu post - assim como o tópico-  não ficou tão OT assim

Link to comment
Share on other sites

Na boa, se liberta disso. Ser sozinho é chato e triste. Vc gosta de ficar sozinho pq vc está sozinho, quando perceber como é bom ter amigos, vc vai lembrar disso e pensar "nossa, como eu era tonto".Faço faculdade e também já trabalhei e te digo uma coisa: _ninguem_ preza trabalhos solos. O mundo exige que vc trabalhe em grupos/equipes, seja na escola, seja no trabalho, seja onde for. Até se for pra encher a cara no bar, vc precisa daqueles amigos idiotas pra rirem da sua cara de bebado. xD

Link to comment
Share on other sites

Com todo o respeito, deixe de ser enjoado e va logo arrumando um grupo pros trabalhos da faculdade. Se não der certo com algumas pessoas, procure outras, e se realmente não gostar de fazer trabalhos em grupo, pergunte pro professor se não tem problema em fazer seus trabalhos sozinho nesta disciplina em especial.Mas acredite, vai chegar o dia em que não vai ter escolha a não ser se juntar com meia dúzia de desconhecidos e fazer um trampo. Por isso é preferivel ja montar um micro circulo de amizades, pra pelo menos ter com quem passar por este tipo de coisa. Ja passei por situações onde queria bater nos meus companheiros de grupo com um gato morto ate o bixano começar a miar, mas também ja houveram aqueles trampos onde não somente foi apresentado um trabalho digno, como também todo o processo de elaboração, execução e apresentação foram divertidos. É simplesmente uma questão de turma. Se tiver amigos na sala procure grupo com eles, mesmo que o trabalho fique ruim ainda vai ter a experiencia de ter feito algo em grupo, servindo também como uma forma de auto-conhecimento.

Link to comment
Share on other sites

É... entendo como a realidade exige essa coisa do trabalho em equipe. Mas enfim...Pra acontecer tantas coisas assim em tão pouco tempo e justo comigo... muito conveniente da parte de "Alguém".@The ThunderHmm...Eu não sou nerd. Apenas diferente.@Kaleidoscope"Não pode odiar os outros pra sempre.", huh?Entendo como é. Já ouvi isso uma vez e ainda não esqueci.

Link to comment
Share on other sites

Também não gosto de grupos em games e na vida real (prefiro ficar sozinho, não tenho muita paciencia para as pessoas. Prefiro ficar com os meus livros e discos hahaha). Todo o ensino médio evitei as pessoas, até hoje fasso isso. Contudo percebi que é importante fazer algumas coisas em grupo, ainda mais quado temos várias coisas para fazer no mesmo espaço de tempo; pelo menos no meu curso (Filosofia), tenho trocentas coisas para ler, trabalhos todas as semanas etc, se eu não fizesse alguns trabalhos em grupo, certamente não teria tempo para fazer tudo. (:

 

Conforme ficamos velhos vemos que é importante fazer algumas coisas em grupo, apesar de não gostar... Fazer o que, para fazer o que quero tenho de fazer o que não quero. [/hmm]

Link to comment
Share on other sites

Bom... Eu acho que os dois lados se completam. É necessário adquirir conhecimento/experiência sozinho para poder agir em grupo( para cada um no grupo dar sua contribuição). Mas o que você aprende no grupo também deve ser levado em conta quando estiver solo. É necessário passar pelas duas rotas para desbloquear o final secreto.É até bom que você possa fazer parte ou total daquilo que o grupo fará, mas mesmo assim fazer em conjunto, dá a impressão que você ( e eles) não está usando ninguém.E... Só posso desejar boa sorte e sucesso nessa nova empreitada.

Link to comment
Share on other sites

Oh... e pra completar (ou não) a minha "lição de vida" que "álguém" quer dar...Let's look up to the sky and hold hands

The sky is sparkling

It takes all of the hands in the world, and

The world is all one!!

Unity Mind.Hey, in this world

Hey, with many new meetings

How many people are smiling?

You can live your life crying

Or, you can live your life laughing

So let's live with laughter, togetherRaise your head, and everyone smile

Combine your strength, and aim for the light

There are friends in the world

Friends walking together with you- Don't forget it!There are things that you can't do alone,

things you can only do with your friends

To overcome such things

Unity is strength.

Let's look up to the sky and hold hands

The sky is connected with us

It takes all of the hands in the world, and

The world is all one!! The world is all one!!

Unity mind.Nota: Essa música é em japonês. É apenas uma tradução em inglês.... Assim seja. Já estou dentro desse "Jogo do Destino", então seguirei as regras.Anyway... essas coisas já aconteceram com mais alguém?

Link to comment
Share on other sites

Anyway... essas coisas já aconteceram com mais alguém?
Pode crer. Mas no meu caso eu fui conhecendo gente e fiquei do jeito que estou hoje. Digamos que boa parte  das pessoas que eu me importo ou se importam comigo pegou esse karma e jogou pela janela.E não é fingir que não ouve que vai fazer com que eu esqueça de tudo.Siga o rumo.
Link to comment
Share on other sites

Eu não sou muito chegado em grupos... Tanto na faculdade quanto in-game, por que não gosto da ideia de que eu estou fazendo meu melhor, enquanto os outros estão fazendo "só o que da"...Sou muito seletivo quanto as pessoas que eu permito ter minha ajuda.

Minha noiva mesmo vivia dizendo que nos nossos tempos de escola eu era muito "arrogante" em trabalhos de grupo, (sim, minha noiva estudou comigo quando eramos crianças)... Mas fazer o que.. Se eu sou melhor que muitas pessoas no que faço, não acho justo que elas recebam beneficio por MEU esforço sem fazer nada em troca...

Parece meio egoista, mas é assim que eu penso. Tirando isso, grupos são até suportaveis as vezes, quanto nada de importante está envolvido no trabalho do grupo...

Link to comment
Share on other sites

Nós vivemos em sociedade, c relacionar com outras pessoas é algo primordial, hora ou outra vc n pode escapar.

Quanto a confiança, existem muitos tipos d pessoas nesse mundo, assim como existem pessoas q vc odeia e q concerteza vão t decepcionar, tbm tem aquelas parecidas com vc e q vão t quebrar um galhão. Não tem outro geito c n c arriscar, e só assim vc irá encontrar os amigos d verdade (sim! por incrível q pareça, poucos, mas existem).

Como já dizia o velho ditado "Confie desconfiando".

 

Quanto a meu karma, eu n acredito muito nessas coisas, mas...

Eu tenho forte presentimento dq sou azarado... sério.. '-'

Link to comment
Share on other sites

Pra mim é natural fazer grupos pra estudar/fazer trabalhos. Afinal, se todo mundo tem o mesmo objetivo, por que não? Tanto no jogo quanto na vida real, acho que é uma coisa necessária. Pra mim, a participação num grupo (sério) faz a gente criar mais responsabilidade e ser mais aberto à idéias.

O único problema é aquele pessoal que não sabe levar isso de maneira profissional. 

A gente precisa saber lidar com críticas, lidar com gente preguiçosa, arrogante, etc. Mas não é saindo do grupo e indo fazer sozinho que vai resolver a situação.

 

Agora na vida pessoal eu sou bem reservada.

Até gosto de ficar com meus amigos, formar um grupinho, etc. 

Porém,  inconscientemente acabo afastando os meu amigos. Não consigo passar muito tempo "colada" com ninguém, porque vou perdendo o interesse nela. Toda vez é assim, então eu já estou acostumada. Eu preciso passar um tempo com outros pra poder voltar ao normal com eles e panz.

Mas as pessoas não entendem isso, então eu acabo perdendo muitas amizades.

Nunca consegui manter uma melhor amiga, sem que ela acabasse com certa raiva de mim. Mesmo eu me desculpando, tentando evitar, é algo que sempre acontece. Não é bem o assunto do tópico, mas de todo modo, isso significa também, que eu não sou muito boa com grupos.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Antes de mais nada, já leu alguma história sobre o dilema do porco-espinho?

 

Você comentou da faculdade e grupos, então deixe-me contar uma experiência. Quando estava no terceiro ano, trabalho em dupla da disciplina de compiladores, estava muito frustrado porque não conseguia contribuir. Ainda assim meu colega tomou as dores e fez boa parte do trabalho. Ajudei no que consegui e agradeci muito. Foi importante esse trabalho. No ano seguinte, outra matéria relacionada agora relacionada a BD, e novamente nós caímos no mesmo grupo. Desta vez fui eu quem tomou as dores. Fiz o trabalho todo e ajudei o meu colega a fechar essa disciplina. Final do ano são 10 anos desde a formatura. Tenho certeza que nenhum de nós vai ter esquecido esses fatos.

 

No Rag a melhor história que tenho de grupo foi de um amigo, que emprestou o chapéu arcano (raro na época) pra um cara com o qual ele estava trocando idéia e o sujeito riu da cara dele e foi embora com o chapéu. Meu amigo deslogou depois de dar um tchau pra galera, abatido pra caramba. Juntamos o pessoal da guilda e dividimos tarefas para montar um novo chapéu. Poderíamos ter comprado outro mas não teria significado. Talvez a "sorte" ou a "coincidência" tenha sorrido para nós, pois conseguimos tudo tranquilamente, inclusive os drops mais difíceis como o chapéu da bathory. Conclusão? O ladrão ganhou um chapéu enquanto nós uma guilda mais unida ainda. :-)

 

Se você não liga ou não quer grupo, não entendo a razão dos tópicos que tem criado. Se no fundo deseja (leia sobre o dilema), meu único conselho é não se cobre pelas tranqueiras que você encontra por aí. Se você não fez nada a alguém e este alguém decide ser idiota ou estúpido com você, problema dessa pessoa. Não se cobre por não ter conseguido boas relações com quem é um imbecil. E, relativo aos outros tópicos, não precisa confiar ou ter esperanças. Faça o que julgar correto que o restante vem naturalmente. Em dado momento algo vai dar errado, alguém vai trair sua confiança etc etc, mas pequenas atitudes revelam muito sobre uma pessoa, então basta ter um pouco de atenção no percurso. É o que penso.

Link to comment
Share on other sites

Droga de fórum, não conseguia logar.Cahan!Confesso que nunca tinha ouvido falar sobre essa história do porco espinho. Bom, dei uma procurada e é realmente uma boa referência. Enfim... será que tudo isso foi de propósito? De qualquer modo, que comece o "jogo".

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...