Jump to content

Klarth Arryglom

Members
  • Posts

    60
  • Joined

  • Last visited

About Klarth Arryglom

  • Birthday 09/17/1993

Converted

  • Biography
    http://browiki.org/wiki/Usuário:Klarth_Arryglom

Converted

  • Location
    Asgard

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

Klarth Arryglom's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

0

Reputation

  1. Confesso que as coisas aqui onde eu moro (França) estão bem tensas depois do assassinato do professor. Confesso que pretendo voltar para o Brazil pq tá complicado demais continuar morando aqui, e confesso que sei que sou louco por pensar em voltar kkkk
  2. Obrigado a todo mundo que deu um tempinho para ler esse relato, um pedaço de várias histórias que esse joguinho tem. Tem coisas na vida que a gente precisa refletir, entender e apenas sentir. Hoje, mais velho, eu sei que a gente sempre precisa seguir em frente. Durante esse tempo eu me formei por uma Universidade pública (ufa kkk), até apareci em entrevistas por ter apresentado um artigo científico em um congresso internacional. Casei, aprendi 2 idiomas diferentes, passei no mestrado da USP. A misa, virou uma mecânica de carros antigos, é uma das melhores e trabalha em uma grande oficina especializada em SP. A vida sempre segue, sempre tem seus caminhos. E nós precisamos sempre seguir. Eu entrei na minha conta. Pedi para um pessoal do nosso antigo clã vir comigo. Chorei horrores, me tremi todo (eu tava até pior do que no dia da apresentação do meu TCC kkkkkk). Encontrei o nick dele na lista de amigos, chorei ainda mais. Depois de anos com o sumo-sacerdote parado, eu e o pessoal do clã resolvemos upar ele pra AB, como homenagem a toda essa trajetória.
  3. O ano era 2010. Faziam quase 2 anos que a gente se conhecia. Nem lembro o mês que tu me ligou falando que encontrou um jogo muito legal chamado Ragnarok Online, e que tinha umas classes incríveis de se jogar. Tu me ligou parecendo uma criança com um monte de brinquedos legais (tá, éramos adolescentes, mas parecíamos crianças kkk). Me encheu tanto o saco que eu comecei a jogar. E nossa, que porre foi kk No começo a gente não sabia nada, iamos matando e seguindo o que o pessoal falava. Vai na caverna de payon, vai aranha, vai lobos... E a gente ia procurando grupo pra upar. Eu com meu noviço cansado, e tu com o espadachim. Sem equipamento, só na cara e na coragem kkkkk. Lembro até hoje da primeira vez que a gente tentou matar Freeoni (olha a ideia USHAUHSAUSH). Morremos, ficamos putos pra cacete enquanto veio uma galera e matou ele depois rapidão kkk. Em 2012 resolvemos sair da muvuca do Thor, e ir para o Asgard (tinha acabado de abrir). Eu ajudei até com a BroWiki (ganhei um prêmio até), entramos em um clã do cacete. Upando do zero. Eu o único noviço do clã inteiro (FS), foi um terror kkkk. Virei sacer no nv 40 pq já estávamos pelúcia com o sp de um noviço kkk. Quando geral chegou no nv 99 foi incrível. Juntamos a grana que todo mundo conseguiu com drops, e o primeiro a virar trans foi eu, pra pegar sumo logo e ajudar todo mundo depois. Foi ótimo kkkkk. Tu ficou 99 com aquele templa build torta kkk. Resolvemos ficar indo e voltando entre Thor e Asgard, mas sempre o Asgard sendo nossa casa. Pois é, em 2014 você se foi. Deixou eu e a Misa sozinhos. Ela passou semanas só chorando por ter perdido o namorado. Eu não acreditei que perdi meu melhor amigo...e mesmo depois de todo esse tempo continuo sem acreditar... Quero deixar aqui registrado uma partezinha da minha história, que também é parte da sua. Jogar ragnarok não é a mesma coisa sem você. OBS: Ainda tenho o AB do nosso tempo no Asgard...mas desde 2014 não entro nele pra nada (não tenho coragem); OBS2: O sleipnir, que a gente passou anos pra fazer com o clã, ainda tá na minha kafra. Ninguém teve coragem de fazer nada com ele (muito menos eu, por ter que entrar naquela conta); OBS3: Eu e a misa ainda sentimos sua falta...e muito. Bom, é isso :))
  4. Esta não é uma história com um final feliz. Não é uma história de amor, de alegrias ou coisas boas. É uma história com um final ruim, com um passado devastado, e dois caminhos que nunca vão se cruzar. Esta história é um relato real de uma jornada que chegou ao fim, mas que ainda vive. Como começou? Eu nem lembro muito bem. Nossa vila foi destruída quando estávamos saindo da adolescência. Mas ficamos amigos a muito tempo atrás. Lembro que nós dois ficamos animados quando descobriram que era possível ir a uma outra dimensão, Ash vacuum se não me engano. Nossos pais eram rígidos, e tínhamos um ao outro. Eramos mais que amigos, me arrependo de dizer isso hoje, mas eramos irmãos por opção. Escolhemos viver da nossa forma, e sair daquela maldita vila e deixar todas aquelas pessoas. Quando começamos a treinar você estava decido a ser um templário,para honrar uma divindade que você acreditava. Eu queria mesmo era o caos, queria estalar os dedos e garantir que não sobrasse nem o pó. Mas depois de ver você se machucando toda hora acabei escolhendo ir a Prontera. Esse foi meu primeiro erro. Não nasci para ser sacerdote. Não nasci para ficar parado,mas escolhi isso. Terminamos nosso treinamento e fomos viver o que o mundo tinha a oferecer. Eu queria conhecer, queria falar, queria aproveitar. Você sempre me queria do lado, e eu ficava por ser seu amigo. Segundo erro. Você nunca fez nada por mim,e eu ainda sim seguia o que você queria. Por que eu fiz isso? De repente o mundo mudou. Tudo mudou. Estávamos em uma jornada para conseguir uma armadura, e um brilho tomou conta do mundo. As valquírias vieram e junto com elas a luz da renovação, do novo mundo que havia aparecido e se transformado bem diante dos nossos olhos. Era o início dos dois caminhos. Resolvi que era hora de tomar minhas próprias decisões,mas não te esqueci. Comecei a trabalhar em Alberta,e você seguiu seu caminho.Conheceu outras pessoas, fez coisas erradas e me culpou por elas. Encontrei um homem estranho em alberta. Ele contou que quando o mundo mudou ele pode expandir seu poder. Disse que foi até a caverna de gelo e ouviu os espíritos, e com isso aumentou seu poder. Ele fez o que eu queria fazer. Com seu livro em mãos ele conjurou algo... Algo bem lento (coitado, não treinou direito dextreza). Eram ondas que devastaram tudo,e com um estalo tudo virou pó. Eu queria isso. Quando te contei que queria começar um curso em Juno você disse que era perda de tempo. Falou que nossa jornada já estava feita do jeito que estava. Você bem e eu infeliz. Até que você resolveu ir embora... Você foi embora e me deixou com toda culpa que não era minha. Me deixou sozinho, e eu não tinha mais nada. Fui até uma das montanhas em Veins e me joguei. Não tinha mais motivo de fazer nada, e aquela culpa me destruiu. Culpa que não é minha,mas eu carreguei (e ainda carrego). Não sei como eu sobrevivi aquilo. Foram meses no hospital me recuperando (detesto o calor de Veins, o que fez demorar ainda mais). Pensei em tudo que aconteceu, não era minha culpa! Mas eu tinha que carregar aquilo mesmo não querendo. Andava pelo mundo depois que abriu a ponte de Bifrost, e encontrei um grupo de fadas. Contei um pouco da minha história e do meu desejo de não ser mais um sacerdote. Uma fada me contou que havia uma forma de mudar... mas que eu não estava pronto. E eu entendi... Segui minha viagem sozinho, e com um ódio do maldito templário que devastou minha alma. Eu entendi. Troquei o odio por pena. Depois troquei essa pena por experiência. Tudo foi experiência para a minha jornada. Eu estava pronto. Todos estavam em busca do Deus Morroc que havia surgido novamente. Busquei a fada que havia encontrado anos antes. Estava pronto para seguir meu caminho. O segundo caminho. Ela perguntou se eu queria continuar com as memórias e com meu nome. As memórias sim. Jamais quero esquecer o rosto do templário que me destruiu. Jamais vou deixar de seguir o meu próprio caminho. Mas Klarth não é mais meu nome. O sacerdote tinha esse nome,mas o feiticeiro não pode ter. Reindarth Walsh, o feiticeiro em treinamento. Esse sou eu, e essa a minha história.
  5. Valeu as dicas gente. Optei por fazer feiticeiro mesmo shuaushas Agora a pergunta de ouro... Oque da pra fazer com 50kk?? (é tudo o que eu tenho, mals sasuahusahs)
  6. Ae galeros. Tô de volta por aqui, e pensando em sair da vida de suporte. Tô pensando em criar uma classe mágica. Curto jogar de uma forma mais versátil e pá. Tenho anel precioso com vitata (meu equipamento favorito) pra vcs verem kkk Arcano causa mais dano, e díficil de upar nas classes iniciais e pá. Feiticeiro encanta, protege terreno, mas tem um dano sei lá e.e Alguém pode dar uma luz aqui? suhausha Qual é o mais versátil entre essas classes? (que tem mais habilidades versáteis, que não seja só dano e pá) PS: sou pobre
  7. Eu tinha muitas dúvidas sobre ser estudante universitário. Não queria ser rotulado assim. Mas hoje tudo mudou... Confesso que negociei um pacote de folha sulfite com a chinesa, e que chorei tanto que ela me vendeu 100 folhas por 3,99 Não me orgulho disso, mas tenho toneladas de trabalhos pra entregar
  8. confesso que se eu não tirar férias logo, eu tento eliminar um professor
  9. Bem vindo de volta tio :DD Aproveita que tem um monte de coisa nova rolando no game. Precisando de ajuda tamo aeee
  10. Opa. Tenhom Interessem Sou um sacer legal, juro S2
  11. Á Deriva - Canto dos malditos na terra do nunca https://www.youtube.com/watch?v=V3TmHbnXdGY Definitivamente, Canto dos Malditos é a minha banda favorita. Hoje tenho 25, comecei escutando aos 13 kkkkkkkk
  12. Era um jogo tããão legal. Jogava de feca, eu era o topzera dos escudo. PVP comigo era um nojo, eu não matava nada mas ninguém me matava também suhausahsa
  13. A alguns meses quando eu voltei a jogar no thor (sacer pq sou desses), eram umas 4~5 da manhã e eu estava em um grupo nos hodes, quando de repente... Freeoni suhausahsuhas O pessoal todo do grupo se juntou no spot e tentamos matar o bichão. Chegou um ranger pra matar, pedimos pra ele tankar e ele ficou lá paradinho usahushaus Nunca upei tão rápido na vida Obrigado tio ranger por ter tankado S2 A quantidade de história que eu tenho daqui daria pra fazer o novo Diário da Aventura saushaushaus
  14. Nem a conta tem mais aqui no fórum, pra ficar marcado na história suausahusa O Isra tava em todos os jogos da Level. Lembro dele até no forum do finado game tático de buscar os ovos de dragão (não pode citar, né)
  15. Acho muito legal parar um pouco e lembrar desses tempos. Cada um deixou sua marca aqui. Cada memória desse tempo significa o quanto sentimos raiva do tempo do mato, ou dos bans do isra em seu momento autista kkkkk. E toda essa raiva se transformou em evolução no caminho. @castelhonebella Vi a foto da sua baby sophia com roupinha de esqueleto, tá a coisa mais fofa do mundo S2S2. Dei uma olhada no Mamãe Unicórnio, legal a forma que você abordou os temas, principalmente a questão da depressão. Quando você ficar pra baixo (não só com a vida, mas com o pessoal desse fórum que é barra pesada kkkk) lembra que a baby daqui a pouco entra na fase de conhecer o mundo e fazer um monte de perguntas. Você vai adorar ver que o fruto do seu amor e carinho tá conhecendo o mundo e querendo saber de tudo S2
×
×
  • Create New...