Jump to content

DiegoMaxuel

Members
  • Content Count

    46
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

25 Excellent

1 Follower

About DiegoMaxuel

  • Birthday 08/08/1992

Converted

  • Biography
    Advogado. Especializando em legislativo, território e gestão democrática da cidade.

Converted

  • Location
    São Paulo

Recent Profile Visitors

424 profile views
  1. Revisitando o baú do fórum Olá, como vocês sabem sou o Rodrigo, vulgo Diego Maxuel (pseudônimo), entrevistador e jornalista em Rune-Midgard, além de contador de histórias (fanfics), dessa vez não vou exibir entrevistas com jogadores do ragnarok, vou fazer uma imersão no passado, o ano era 2006, e fui visitar os arquivos no antigo fórum oficial do jogo. Bora conhecer peculiaridades da época? Primeiro fui visitar o histórico de dezembro de 2006 para descobrir o que rolava por lá, já que era Natal e costuma-se ser uma data muito alegre, descobri que o Papai Noel de Lutie tinha uma função além do fazer hohoho: Nossa, e a premiação parecia boa mesmo: Alguns relatos que o povo fazia 700k por dia, outros 30k, humm, parecia bom. Bom, ainda em dezembro ia estrear novos episódios e olha que legal, os jogadores podiam participar de testes, claro, com uma seleção criteriosa: Que legal, 200 jogadores...bastante né? Mas também era uma época de muito amor e paixão, onde as pessoas não tinham medo de deixar aflorar seus sentimentos mais calorosos, exemplo da triste história de uma sumo-sacerdotisa que se divorciaria pela 3ª vez, naqueles tempos, não faltavam pretendentes, e com excelentes currículos hein: Um algoz como esse não se recusa né? Olha o que eu descobri voltando alguns meses atrás, achei que a aura verde tivesse sido a primeira reformulação das habilidades dos monstros MVP, mas não, já naquela época há relatos de ganhos de habilidade de alguns MVP, conforme se extrai de um trecho do Arierbos (20/09/2006): Emperium por 300k? Uau, devia ser um triunfo montar um clã né? Por falar em zeny, rolava uma discussão já naquela época pela revitalização da economia do servidor, meu Deus, o jogo só tinha 2 anos kkk, aparentemente quem era rico possuía entre 500kk a 1bi, conforme coleta de relatos espalhados. Interessante que hoje nós vemos muito a divisão de “clãs de guerra” e “clãs 4fun”, mas naquela época uma expressão muito repetida no fórum era “clã de rp”, role playing, me intriguei em descobrir algumas pessoas procurando clãs de roleplay para entrar e outros fazendo tutoriais de como fazer um roleplaying, um de destaque foi o de Leafar (08/03/2006), de um clã chamado Ordem do Dragão, humm. Segundo esse guia, em síntese, os membros da aventura iriam criar uma história de romance ou aventura, onde alguém chamado mestre iria: “- planejar a aventura (definindo o Começo, Meio e Fim) - narra a aventura e descrever cenas - traçar a provável rota dos jogadores na aventura - medir o grupo do nível para o desafio dos monstros - fazer o papel dos NPCs que os jogadores encontrarem - mediar decisões de conflito entre Jogadores x NPCs / Jogadores x Jogadores - definir o desfecho da aventura” Os demais iriam ajudá-lo nesse teatro. E olha os detalhes eram de se revelar ser um trabalho sério ein: “[…] Então permita, ocasionalmente, que um personagem faça ações baseadas em seus atributos. O monstro NPC atirou uma rocha contra os personagens? Deixe o Cavaleiro com 90 de Vit bloquear ela com os braços cruzados na frente do grupo. O Caçador vai atirar uma flecha crucial em um ponto? Deixe o Sacerdote usar Glória para aumentar absurdamente a chance de sucesso. Você deve premiar com ações bem-sucedidas todo esforço inteligente dos personagens. Não permita que toda ação vire um debate de atributos (“Ei, eu tenho força 100, posso segurar o golpe dele de mãos nuas sim, ué!!1!1”), mas permita que, ocasionalmente, atitudes inteligentes e lógicas sejam bem-sucedidas.” Fiquei imaginando colocar minhas fanfics num cenário assim...como eu sou muito fantasioso, não ia rolar, mas seria legal tentar. Nesse momento eu dei uma paradinha, estava cansado e fui jantar, meu gato ficou no computador e deve ter clicado em algo, pois quando eu voltei eu estava diante de uma postagem de 18/08/2006, na qual Momo Noguiko tentou fazer uma experiência parecida com a de uma postagem atual do fórum do raganrok, mas com intuitos distintos, enquanto que em 2021 foi montada uma enquete para saber a idade dos jogadores do ragnarok, naquela época o intuito era que as pessoas colocassem informações de seus personagens por puro role playing (nick, idade, clã, biografia inventada no jogo para construção de uma fantasia), de qualquer forma, é bem interessante reunir alguns trechos: Poste aqui a descrição do seu personagem =), como ele é fisicamente e psicológicamente, vou colocar o meu pra ter uma idéia de como é: “Nome : Sophia Asagao. Idade : 29. Profissão : Sábia. [...] Sophia não possui agilidade em suas pernas, o que as vezes a faz deficiente em esquivas, por causa de sua inexperiência com magias de fogo quando ainda maga, possui várias queimaduras na extensão de seus braços, que faz questão de esconder com algo (luvas, tecidos, etc..).” Meu Deus, será que a medicina da época já ensaiava tratamento de queimadura com tilápia? “Nome : BS Heaven. Idade: 23 anos. Profissão: Noviço, Pré Sacerdote de Batalha. [...] Gosta de fazer novas amizades e muitas das vezes fica horas no gramado de Prontera conversando com pessoas que nem sequer conhece. Odeia injustiças e pessoas que só resolvem seus problemas com uma estranha fraze: " PvP noob?!1?" isso o faz sentir muito triste pois não sabe onde foi parar a educação das pessoas.” Heaven, volta pro rag que essa injustiça já caiu em desuso faz tempo, pelo menos nunca mais ouvi essa frase, num período de 3 anos. “Nome: Tenko Renard, mas se você mencionar este sobrenome sua vida corre perigo. Chame de Tenko Kitsune. Idade: Ela não está contando =P mas a aparência indica que ela acabou de entrar na casa dos vinte. Profissão: Soldado de Elite da Guilda dos Assassinos do Deserto de Sograt, da Ordem da Cruz de Prata. Conhecidos vulgarmente como Algozes. […] Assassinos despertam desconfiança se ao passarem por uma multidão, mas Algozes chegam a despertar verdadeiro terror. Some-se a isso um par de olhos cor de sangue e verá o motivo pelo qual Tenko Kitsune prefere se parecer com uma simples andarilha na maior parte do tempo.” Renard, Renard, Renard, Renard, Renard, renard, RENARD!, RENARD!, RENARD!. Pronto, quero ver se você vai me assombrar…volta pro rag também fia. Gente eu tô cortando alguns dados pois até cor dos olhos e razão de usar rosa em vez de roxo tem justificativa...é legal, mas muito maçante para colocar completo aqui. “Nome : Sakura Kanynui, se prefirir chamar pelo sobrenome não diga inteiro, diga somente Kany. Idade : Completa 17 agora em setembro. Profissão : Odalisca. […] Boba e ingenua, acredita em tudo o que fala e sempre diz o que pensa. Sua cabeça geralmente está no mundo da Lua, mas presta atenção quando alguem está falando com ela, presta atenção somente quando está fazendo algo realmente importante, como caçando e ajudando seu clã em Guerras. Sakura tambem é revoltada porque seu pai sempre a tratava como cara de mamão, preferindo sua irmã mais nova: Hanako, isso influenciava em suas amizades que só foram adquiradas ao longo do tempo, longe de Lutie e de seu pai.” Pobre Sakura, mas vem cá, por que esse povo de 2006 tinha encrenca de chamar eles pelo sobrenome? Tinha algum personagem de anime com essa característica na época que serviu de inspiração? “Nome : Akahai Shora. Idade : 25(Cronológica), 16 (Biológica). Profissão : Lorde. Akahai sempre foi conhecido por ser explosivo e violento. Se pisar na bola com ele, é capaz de levar um murro no meio do rosto. Esse era Akahai antes de renascer. Como governador de Morroc, é quase o completo oposto. Severo, bem humorado, contemplador, hoje Akahai também não é mais dessa forma. A perda da noiva no parto de seu primeiro filho o deixou amargurado, mas ele luta para esconder. Ainda mantém a postura calma e bem humorada de quem é amigo, mas em combate mostra a fúria de sua vida anterior, como se não valorisasse mais nada ultimamente.” Interessante notar que esse relato revela que as pessoas não necessariamente poderiam colocar sua idade real, mas inventar uma idade no jogo, o que indica que nos outros relatos não necessariamente a idade que a pessoa descreve corresponde à realidade, mas sendo isso, interessante notar que as pessoas gostariam de se sentir mais “velhas”. “Nome: Srta.Danny. Idade: Ninguem sabe o certo, uns dizem q ela tem + de mil anos, + na verdade ele tem bem + q mil. Profissao:Gatuna (Pre - Mercenario) *Job 50*. Srta.Danny anda bem vestida, gosta muito de se aventura pelo o mundo afora, odeia pessoas q gosta de intrometer na vida dela, a ultima pessoa q se intrometeu na vida dela n esta + no mundo dos Vivos, ela n é de fala muito é de AGIR, faz as coisas na Insanidade, e sempre da bem, Moça Linda se aparentando 20 anos, + na verdade ela tem + de 20 mil anos.” Vamos lá investigar no mundo dos mortos quem sabe dessa treta? “Nome: Sailorcheer (nome real desconhecido). Idade: 19. Profissão: Mercenária. […] Sailorcheer é uma pessoa amável, sorridente, normalmente gentil com qualquer um. É um bocado ingênua e não consegue ver maldade nas pessoas. Muitas vezes exibe um comportamento infantil quando recebe presentes, principalmente do noivo, e nunca sabe como reagir quando um homem demonstra interesse por ela. Quando fica furiosa, porém, sua atitude muda completamente e ela se torna agressiva, sarcástica e feroz. Se certos fatos ou pessoas forem mencionados por seu oponente, ela não descansará até vê-lo morto.” Bom então não vou mencionar nada né...deixa quieta. “Nome: Fei Ackhart. Idade: 29 anos - mas aparenta uns 20. Profissão: Degustador de vinho (atualmente "ex-degustador", graças a Sailor, hehe) e mercenário nas horas vagas. O Fei é encrenqueiro (normalmente se tem algum grupo de pessoas e ele está no meio, alguma confusão acontece, como já foi comprovado em muitos RPs). […] Além disso, é piromaníaco em potencial (acende um fósforo perto dele que ele fica fascinado e esquece o mundo em sua volta). Tem tendências suicidas (se a situação está muito fora do controle ou ele foge, ou ele realmente tenta se matar).” Ai ai. “Nome: Syd Noir. Prefere que chamem só de Syd. Idade: Cerca de 20 anos. […] Profissão: Pertenceu à guilda dos arqueiros por muitos anos, mas após o desaparecimento de seu irmão passou a procurá-lo sozinha. Atualmente se tornou uma caçadora, e apesar dos desentendimentos iniciais com seu falção, este passou a ser seu maior companheiro.” Puxa era só investir pontos em sorte que vocês iriam se entender rapidinho. “Haya Te. : Hummm , estoiu meio atrasado , mas qual a finalidade desse topico que eu ainda nao entendi (burru ^^) espero resposta e estou pronto para postar sobre o meu char” Que bonitinho. “Nome : SON CALEBE. Idade : 25 anos. Profissão : Cavaleiro. Calmo, sempre de bem com a vida, mas é só mecher com alguem que ele goste, que ele muda muito, fora isso é bem relaxado, adora dormir, correr de pecopeco, ficar de bobera com os amigos, sair com sua namorada. Raramente treina com sua espada de duas maos, muito abil com ela, se sacrifica muito pelo seu clã. […]. Ok gente essa foi orrivel eu sei mais depois eu faso mais MUITO bem detalhado ok^^” Não foi ruim não e corre que apesar de ser 2021 dá tempo, só me mandar. “Nome: Sakura Inglorion, mas não gosta de ser chamada pelo sobrenome. Idade: 19 anos. profissão: mercenária. […] aparência: pernas longas e rápidas,consegue correr sem fazer som algum, suas mão são um pouco delicadas, mas saber usar armas muito bem e elas são ágeis, rosto ovalado, seus olhos são levemente afilados e muitos expressivos, pode se saber como ela está olhando seus olhos, lábios carnudos, sombrancelhas expressivas, possui poucas cicatrizez, uma em seu rosto, começa vindo de baixo do queixo até quase sua bochecha direita.” Bonitinha, vem cá, a pronúncia é Sákura do naruto ou Sakûra do Card Captors? Eu sempre me pergunto isso. “Nome: .Sandro Galtran. Idade: 16 anos. Classe: Espadachim. […] Sandro era de um clan (família) mt poderosa antigamente, porém com a morte de seus pais que ocorreu a 10 anos atrás, o clan foi praticamente destruído... Sandro viu seus pais morrerem, e atualmente é o único sobrevivente do tal clan.” Opa, um adolescente, deve ter 33 anos hoje, eu em 2006 tinha 14 anos. “Nome: larionik. Idade: 27 anos. Classe: Cavaleiro. Em sua infancia teve uma vida normal e vivia a brincar pelas praças de Izlude com seu irmão Lonik. Adorava passear com seu pai por prontera junto ao seu irmão. Não conhece sua mãe, mais tambem não senti a menor vontade de conhece-la, após ter seu irmão mais novo ela fugiu com o taverneiro do bar de Izlude e deixou ele com seu pai e seu irmaozinhu sozihos.” Eu tava na taverna de Izlude esses dias ouvindo essa história, tua mãe tá morrendo de saudades, volta pro rag. “Nome: Rocks Flamer. idade: 12 anos. Profissão: Super aprendiz. [...] Nos seus descansos, Rocks adora treinar atacando arvores, paredes, ou qualquer coisa sólida. E correr tambem, Rocks adora correr. Apesar de saber que é, odeia quando as pessoas o chamam de baixinho. "meio" paciente com as coisas, exceto quando é algo para a diversão dele. Caridoso, pórem ele não consegue muito dinheiro, pois ao conseguir algo raro, geralmente dá para os pobres.” Eu gostei dele, e você leitor? “Nome: Eichiro Tsukayama. Idade: 28 anos. Profissão: Ferreiro. A primeira vista é um cara de poucas palavras e aparentemente ameaçador, mas isso passa se você coversar com ele. Uma pessoa muito gentil porem fria as veses, mas essa frieza vem da necessidade de afastar as pessoas dele, uma vez que a ultima pessoa q se aproximnou dele foi morta por Jirtas, esta o persegue loucamente para mata-lo (nao vo dizer o pq aki pois eh irrelevante).” É relevante sim! Pode falar que Jirtas não persegue ninguém de bobeira não! “Nome: Kerdied Draloth. Idade: 19, quase 20. [...] Apesar de estar, atualmente, na liderança dos Chamas Prateadas, Kerdied é meio subimisso quanto a ordens de superiores e ex-líderes que sejam tão idealistas quanto ele. É o do tipo "obedeço primeiro, depois questiono". Mesmo assim, talvez, devido a sua agitação, ele possui uma enorme força de vontade, chegando a ser turrão e teimoso, se opondo a ordens claramente inadequadas ou que ferem seus ideais.” Hummm, sou idealista também, eu te ordeno: VOLTA PRO RAG E PERGUNTA DEPOIS DE ENFRENTAR UM MVP DE AURA VERDE O POR QUÊ. Mas é sério, volta. “nome: Rutsuman - o sobrenome ele n disse para ninguem ainda por motivos adversoso. idade: 17 - mais prefere fala que vai faze 18 em agosto de 2007 ^^ profissão: mercenário de adagas. Desde pequeno fui cercado dos maiores prazeres que pode-se imaginar porém com eles vinham tbm grandes responsabilidades como a de aprender como ser um "lorde" (no sentido da palavra n da classe) ocultando o que realmente sou e minha linhagem tbm é: mercenário, gerações de mercenários e algozes que desde os primordios veem matando todos os reis de midgard como os antecessores do tristan III - tristan II e I e tbm classes de reis antes deles.” Ta aí a confissão desde 2006, a polícia de Midgard não o pegou porque não quis. Eu sabia que essa história de maldição de Jormungand era balela... “Nome: Negi. Idade: Desconhecida. Classe: Sacerdote (Escolheu ser um pois sempre quis mostrar sua bondade, e assim poderia ajudar as pessoas, e deve tudo isso graças à sua mestra Yoko). Calmo mas quando ferem seus próximos entra em um estado de fúria incontrolável. Ele é filho de um dragão dourado que se apaixonou por uma suma-sacerdotisa da catedral de prontera. Porém foi inexplicadamente abandonado às portas da igreja, sendo acolhido pelo Bispo Sebantes e criado por Yoko, que era uma das mais poderosas sacerdotisas da igreja. Com ela ele aprendeu tudo sobre os poderes divinos de um servo de Deus. Agora segue viagem pelo mundo junto com seus amigos da guilda "O Poder Divino" em busca de respostas do seu passado.” Não mexe com quem se diz ser calminho… “Nome: Arkanjo Azura. Idade: 32 anos. Classe: Monge. Gostos: Saquê da Familia Azura (que ele mesmo faz) Sushi da Familia Azura (tambem faz), Rosas vermelhas ( que era a flor preferida de Jullien). Odeia: O Senhor dos Mortos, assassino da minha familia.” Se souber cozinhar bem pode voltar e entrar no meu clã, mas comida crua não. “Nome: Draken Sapphirion Frosthand (nome do meio conhecido por muito poucos, a maioria ja morreu devido à idade). Idade: Se tornou um Lich aos 58 anos, isso faz aproximadamente 1800 anos. Profissão: Bruxo, criomante. Um lich com mais de 1800 anos de idade, Draken Frosthand esconde sua aparencia atual com o uso de magia ilusoria. A magia o deixa com pele branca, levemente palida, cabelos castanho acinzentados e aparencia de cerca de 26 anos. Ele usa oculos escuros e mascara cobrindo nariz e boca, por dois motivos. Primeiro: a magia não disfarça o rosto direito, e no lugar dos olhos há apenas duas cavidades negras com pontos de luz azulada dentro; segundo: devido à grande quantidade de poder do frio que possui, uma nevoa fina de cristais de gelo sai constantemente pelos orificios de seu rosto (olhos, narinas e boca).” E eu me matava para descobrir a história dos MVP’s. Chega né. Fui dormir e no dia seguinte, tomando um gostoso café da manhã fui reparando que as pessoas gostavam de fazer artes nos seus perfis já naquela época: Wanted é procurados na tradução do inglês né? Já imaginou a grana que se faria pegando todos eles? Nossa, faroeste no rag de 2006. Isso é uma pokebola? Quero esses humúnculos no rag! Senti uma referência ao Exodia do yugioh… Que fofo. Que legal, agente podia fazer mais teorias assim. Viram? Eu sempre soube que diabetes mata. Outras curiosidades: Até hoje não consegui juntar uma galera para fazer turbo track… Olha, um dia eu tava nos esgotos de prontera e tava cheio de um mob de besouros, parecido com isso aí. Bom, mas não é tudo, haviam posts interessantes como por exemplo: 1. guia de como upar por esquiva para gatunos e evoluções (caramba, pensava-se nos mínimos detalhes kkk), por SeRaoS, 11/06/2006: 2. guia de escolha das armas e cartas por mvp para arqueiros e evoluções, por Maedhros Lossehelin, 03/04/2006: 3. Campanhas para mudança de costumes e hábitos, por Lord_Novice, 18/08/2006: Se fosse eu, parava para esclarecer e convencer mais pessoas a se tornarem superaprendizes também, eu faço isso com meu Doram quando me perguntam que “classe é essa bicho?” 4. Concursos para saber quem era o melhor em alguma coisa: E aí? Vou sair com meus cachorrinhos para passear, thau!
  2. Querendo um amigo para jogar é só me adicionar no discord: Rodrik Mob#0831 Lá no discord tem bastante clã for fun surgindo nesse período e pessoas procurando umas as outras para se ajudarem, aproveita.
  3. Uma lista inusitada Essa é uma história relativamente recente que originou uma amizade que perdura até hoje. Eu sempre costumava ir ao Palácio de Prontera me aventurar na cozinha, coletando Marcas da Honra como recompensa de ajudar a Chefe Mestra a cozinhar o Grifo Grelhado aos convidados do Banquete Real, o que aliás, é um dos meus pratos preferidos. Eu sempre passava pelo Salão do Banquete indo primeiramente ao trono do rei, subindo as escadas, e sempre estava vazio, eu gostava de sentar e tirar umas fotos, mas nesse dia eu não sentei no trono... Um arcebispo estava lá, todo imponente, e iniciei uma conversa. - Quem é você? (Rodrigo) - O rei oras! (Seraffyh) - Ué, o rei de Prontera se chama Tristan III...(Rodrigo) - Ele saiu de férias permanentes para a Ilha Esquecida, não sabia? Agora eu tomei posse do trono. Vamos, ajoelhe-se. (Seraffyh) Eu não gostei muito da ideia e me sentei bem perto, mas com vontade de saber até onde aquela história iria eu resolvi brincar também, e perguntei ao “meu rei” se gostaria que eu lhe trouxesse alguma coisa. - Não quero que me traga nada, fico muito trancafiado nesse palácio, quero me aventurar, tenho uma lista de desejos e você é a pessoa ideal para realizá-los. (Seraffyh) - Ahnn, tá… (Rodrigo) - Fiquei sabendo que no sul de Prontera há desfiles de moda frequentes, quero que me leve até lá. (Serraffyh) - E você vai desfilar também meu rei? (Rodrigo) - Não, vou com roupas simples de arcebispo para não chamar a atenção de meu povo (Seraffyh). Pois bem, fui lá com meu rei e as pessoas realmente estavam se enfileirando para tirar umas fotos, todas alegres, e ainda nos convidaram para nos aproximarmos delas. Naquele dia o sul de Prontera estava estranhamente lotado, e eu não me lembro bem o porquê. - Perdido em pensamentos? (Seraffyh) - Ah? Quanta gente né, vamos ficar? (Rodrigo) - Não, não, não, minha lista nem começou, aqui tá muito aglomerado, quero me refrescar. Quero ir a um lugar que eu possa curtir o vento das marés, beber uma água de coco e abraçar a areia. Esse lugar existe por aqui? (Seraffyh) - Acho que tá pra começar o Festival de Brasilis… lá dá para ficar com umas roupas bem confortáveis na praia (Rodrigo). Com a chegada do Evento de Brasilis, comecei a trabalhar na coleta de itens para receber uma bolsa com roupas de banho. A cidade estava numa correria de gente caçando tubarões pra lá e pra cá, mastigando balas de guaraná, se refrescando na praia... E chamando meu rei, entreguei-lhe o traje apropriado para o local. Fizemos por diversas vezes as tarefas ao longo da cidade de Brasilis. - Então, sente-se confortável agora? (Rodrigo) - Hummm, sinto-me revigorado, mas agora acho que estou pronto para algo mais intenso. Quero participar de uma batalha! (Seraffyh) - Reis lutam?(Rodrigo) - Oras, claro, e antes de ser rei eu sou um arcebispo, recebi do deus Odin o dom de exorcizar o mal com um só toque. (Seraffyh) - Ai ai… (Rodrigo) Eu não dava tanta confiança em mim numa batalha, não era um dos cavaleiros rúnicos mais habilidosos, e curtia mais ficar andando de cidade em cidade realizando tarefas e coletando recompensas em alguns eventos. - Se é pelo meu rei, vamos né… (Rodrigo) Nosso primeiro destino era chegar a um lugar chamado Túnel Kamidal, tarefa impossível se eu não tivesse ele ao meu lado, pois o caminho era repleto de inimigos nada amigáveis. Eu não gostava muito daquelas larvas de centopeias, mas não tanto quanto as Dolomedes, aranhas gigantes que possuíam cristais de brandium nas costas, bonitas mas mortais, poucas mordidas delas eram suficientes para retirar metade da vitalidade de um desavisado. Ao adentrar o Campo de El Dicastes, a habilidade protetora Kyrie Eleison de Seraffyh me protegeu das pequenas centopeias que nos atacavam, pequenas porém ligeiras. Eu conseguia manejar com velocidade minha lâmina para derrotá-las, porém andar em campo aberto era arriscado, podiam surgir diversos oponentes de uma só vez, então decidimos andar rente às paredes quando fosse possível. Avançando mais e mais percebemos que os Golens de Bradium se locomoviam vagarosamente, facilitando o escape, mas num dado momento, fomos rodeados por um grupo numeroso de centopeias, com minha espada relampejei subitamente um Impacto Flamejante para queimar os oponentes num golpe só, mas os Golens permaneceram quase que intactos, e eu não conseguia enfrentar mais de um ao mesmo tempo. A couraça dos Golens era por demais dura, eu não conseguia derrubá-los com a mesma facilidade que os demais oponentes, parecendo mais que minha espada quebraria no impacto com aquela pele. Um clarão de luz rápido envolveu os dois inimigos, quando então ouço Seraffyh gritar “Judex”. O pouco dano foi o suficiente para destruí-los. O caminho ainda era longo, e o ambiente gélido era hostil, dando uma forte e desagradável sensação de frio, custando muito tempo e energia para nós enfrentarmos tantos inimigos. Estávamos chegando ao final da jornada quando um grupo de Dolomedes emparedou Seraffyh. Eu só percebi naquela hora que não tinha energia para liberar uma habilidade de longo alcance e sequer havia levado uma Folha de Yggdrasil caso precisasse reviver meu amigo… repentinamente um Sicário que estava até então usando a habilidade "Ocultação" aparece bem de frente às aranhas e com uso das Lâminas de Loki retalhou todas elas em poucos giros de suas lâminas, preciso e fatal. Tão rápido como chegou ele logo desapareceu, nem dando tempo para sabermos seu nome. Aliviados chegamos na cidade para receber nossa premiação: um acessório chamado Luz de El Discastes. Para não falar que o ambiente é todo hostil, posso confessar que os únicos bichos de que eu gostava eram os Tatachos, só viviam deitados no chão dormindo, coitados, pra quê incomodar… - Eba! Vamos finalmente ao Túnel Kamidal! (Rodrigo) - Opa, opa, pera aí, estou recebendo um chamado… (Seraffyh) - E o sinal de telefone chega aqui por acaso? (Rodrigo) - Engraçadinho… (Seraffyh). Fui chamado para uma celebração de casamento, e você vem comigo. - Ah não! Abandonar a missão no meio da batalha, estamos tão perto… (Rodrigo). - Eu já cansei, andei bastante e minhas pernas estão doloridas, além disso, casamentos em regimes monárquicos representam alianças e vínculos políticos importantíssimos, não posso deixar de fazer-me presente, é um item da lista obrigatório (Seraffyh). - Você sabe que a monarquia acabou faz tempo né… (Rodrigo). - No seu planeta, aqui não, bora Rodrigo, vem socializar. (Seraffyh). - Ai ai… (Rodrigo). Um jovem Insurgente estava casando com uma Sicária, mas Seraffyh não parecia estar prestando muita atenção. Aproveitei que havia na mochila alguns fogos de artifício que havia comprado em Hugel e fiz menção de usá-los, mas Seraffyh me repreendeu com os olhos... bom, talvez não fosse boa ideia soltar fogo num ambiente fechado. E foi socializando aqui e ali que eu tive a inesperada descoberta de que não havia treinado minhas habilidades e atributos de cavaleiro rúnico da forma correta. - E ouvi dizer que você pode falar com uma Mesmerista chamada Amy Nesia (Seraffyh). - Ela me disse que sem chance, eu já esgotei minhas possibilidades. (Rodrigo) - Tudo bem, eu espero você treinar novamente e daí continuaremos a minha lista, aliás, eu posso te ajudar a ficar forte ao longo do caminho (Seraffyh) - Mesmo? (Rodrigo) - Claro, você é meu único súdito mesmo rs (Seraffyh) - Esse é meu rei! (Rodrigo) E foi assim que eu conheci o Pedro (vulgo Seraffyh no jogo), e embora não tenhamos nos conhecido pessoalmente, pois eu moro em São Paulo e ele no Ceará, nos comunicamos nas redes sociais até hoje, e já se completa 1 ano de amizade na vida real e no mundo virtual. Montamos um clã, e eu, que era bem introvertido, fui conhecendo mais e mais pessoas, e hoje posso dizer que sou grato pelas amizades que fiz em Rune-Midgard. Fim? Nada, a lista não tem fim kkk.
  4. Sucesso e coragem!
  5. DiegoMaxuel

    Gartic

    @Gale Especialíssima kkk Agora sim estou pronto, com algumas interrupções kkk no aguardo.
  6. DiegoMaxuel

    Gartic

    @Gale Vou estar sim, talvez eu entre uns minutinhos atrasado pois hoje é meu aniversário de 29 anos, ou 14,5 x 2 como eu prefiro kkk.
  7. DiegoMaxuel

    Gartic

    @Gale Tá ótimo, eu fiquei treinando com o colega e foi bom, depois eu já pego a manha, nem conhecia.
  8. O mangá é meu, o HQ é do meu amigo Sung Jin Woo SS , conhecido como Ícaro, não tem conta no fórum.
  9. Não deu muito certo, o bicho tá nervoso...
  10. Os gatinhos do tutorial de refino de Izlude sumiram, era do tutorial de forja...triste.
  11. @kancers Essa informação é muito útil, dá pra deixar todos os chars bufados e depois vc loga em cada um deles que o tempo do buf fica em suspensão. Vou testar. @Danilo Illia Respondendo ao primeiro comentário não precisa da quest de Mora como requisito para receber o Pó de Fada. Tendo isso em mente, juntem todos os itens das quests seguintes em seu inventário e sigam pelo gato do teletransporte que eu havia indicado acima (aí vc vai gastar no máximo 2 vezes, um total de 110k de zeny). Mas eu gosto muito do labirinto da neblina, é uma boa opção pra ir fazendo enquanto não consegue enfrentar os monstros de aura verde, for fun, tem outras que dá pra fazer até vc conseguir os itens tops, siga esse macete: faça numa folha de papel A4 com sua própria letra e deixa do lado o mapa, fica muito menos cansativo do que ficar olhando a tela do smartphone, e marque de vermelho os portais que vc tem que tomar cuidado. Faça de forma física e que seja próprio, o cérebro consegue captar com mais facilidade quando agente faz com as próprias mãos. Além do for fun, não corre o risco de vc gastar seu dindin com os equipamentos que só são liberados para comprar com as moedas de Mora após terminar a quest, e que logam ficam ultrapassados, tem muita gente que se sacrifica e paga caro sem saber que dá pra comprá-los com facilidade completando a instância. @Danilo Illia eu vou testar os portais que vc falou ( na verdade nem sei onde ficam, vamos marcar um rolezinho em Eclage?kkk), pode ter outros meios realmente e mais fáceis, eu notei que na sala do rei tem um portal mas eu não entendo o por quê de eu não conseguir entrar. Além disso eu notei que de Mora para Eclage bastaria seguir a pé pelo Norte, mas eu não consigo passar pelo portal...
  12. Olá amigos, vamos aproveitar os bufs gratuítos do Rei Jun Kardui da cidade de Eclage? Eles duram 1h30min e são muito úteis para os iniciantes. Vamos à tabela semanal e aprender como funciona pra fazer a sua: 4ª ATUALIZAÇÃO 18/08/21 01:08 02:58 04:48 06:38 08:28 10:18 12:08 13:58 15:48 17:38 19:28 21:18 23:08 19/08/21 00:58 02:48 04:38 06:28 08:18 10:08 11:58 13:48 15:38 17:28 19:18 21:08 22:58 20/08/21 00:48 02:38 04:28 06:18 08:08 09:58 11:48 13:38 15:28 17:18 19:08 20:58 22:48 21/08/21 00:38 02:28 04:18 06:08 07:58 09:48 11:38 13:28 15:18 17:08 18:58 20:48 22:38 22/08/21 00:28 02:18 04:08 05:58 07:48 09:38 11:28 13:18 15:08 16:58 18:48 20:38 22:28 23/08/21 00:18 02:08 03:58 05:48 07:38 09:28 11:18 13:08 14:58 16:48 18:38 20:28 22:18 24/08/21 vai depender de quando terminar a manutenção semanal, pegue o primeiro horário que por sorte você encontrar e some 01h50min e reconstrua a tabela, não adianta dar continuidade a essa (talvez eu edite futuramente). Lembrando que o rei Jun Kardui fica por 10 minutos. Agora a parte difícil: para você ter acesso genuinamente gratuíto, vamos ter que passar por algumas quests. 1 – Labirinto da Neblina, para ter o pingente de acesso à Mora gratuíto, lembrando que a quest Guardiã perdida esta embutida nela. Só precisa de level 99, mas leve um grupo de 5 ou então procure no discord alguém level 150 pra garantia de sucesso (ainda tem gente boa em Rune Midgard para ajudar) https://browiki.org/wiki/Labirinto_da_Neblina https://browiki.org/wiki/Guardiã_Perdida CALMA: se você não conseguir comprar a Semente Misteriosa por um preço acessível, item que te teletransporta para a instância, vá pelo norte de Esplendor caminhando por cima das copas das árvores (tem que subir nesse caule e seguir até o portal circulado no mini-mapa): Obs: se você não conseguir vá para Mora por um dos gatos de teletranporte nos arredores de Ash Vacum, você vai gastar alguns zenys mais de uma vez (55.000 por vez), em idas e vindas mas só até completar as quests abaixo. 2 - Em Mora, sai pelo lado esquerdo, e selecione a opção Arredores de Eclage com o Gato de Teletransporte. Faça só o começo dessa quest, não se preocupe, não precisa dos itens exigidos, só garantir que esteja dentro da cidade: https://browiki.org/wiki/Garoto_Sonhador 3 - Agora você fará a quest que te dará acesso ao pó de fada, que te teletransportará direto na sala onde esta o rei Jun Kardui: https://browiki.org/wiki/Rumores_do_Rei CALMA: Antes de prosseguir nas missões de coleta você precisará falar com alguns NPCs que falarão um dialeto incompreensível, não se preocupe, equipe o Anel do Rei Sábio que se obtém gratuítamente na quest: https://browiki.org/wiki/Anel_do_Rei_Sábio Lembrando que você precisará de 2 moedas esplendor para comprar 3 Geléias de Mel de Vagalume e 3 Geléis de Fruta de Pinguicula (um desses itens recebe o nome de Geléia de Mel de Luciola, mas pode comprar sem medo que é ele que você precisa). É aqui a entrada da loja se o comando navi não funcionar: Ah! você precisará também de 5 Chifre de Leão da Montanha 5 Chifres Místicos e 5 Ferraduras, por isso eu recomendo essa quest: (https://browiki.org/wiki/O_Mensageiro) Ela te dará moedas Manuk e moedas Esplendor, além de que você vai cruzar várias vezes pelo mapa onde dropa o Chifre de Leão da montanha e o Crifre Místico. As Ferraduras você terá que pegar em Magdun (2ºandar), só ir pra Juno, sair pelo sul, depois direita e entra aqui: Depois vá para o segundo andar que vai encontrar drop de ferradura pelo chão... Se você fez todas as etapas e leu as histórias, PARABÉNS, você conhece o enredo de muito conteúdo de Ragnarok que tem jogador antigo que desconhece. Até breve.
  13. Então colega, acredito que sua amostra esteja correta e conduz às conclusões que você expôs. Vou compartilhar um pouco da minha história e agregar algumas outras pessoas nos moldes de suas três perguntas. Fui o cavaleiro mais ingênuo que você poça ter imaginado, não jogava desde 2007, e resolvi voltar a jogar em julho de 2020 (pandemia, quarentena, enfim já entenderam pq voltei né) sem consultar nenhum tutorial ou dicas. Só fui descobrir o grupo do éden pelo level 40, e só fui seguir a rota de up em grupo pelo level 60. Fui conhecendo muitas pessoas inesquecíveis, vou falar apenas das que consigo responder às suas três perguntas. Por volta do level 80 conheci Yummmmmmi, 26 anos, gênero feminino, não jogava ragnarok desde 2009, uma doram que conheci em Einbeach, caçando Metaling, fiquei observando ela de longe (doram era uma raça que me intrigava), ela que me notou e me perguntou se queria fazer grupo, por algum motivo ela tava procurando drop de ferros e eu ajudei ela. Ficamos muito tempo buscando placas de ferro usadas para levar ao ferreiro Torhen do Éden, e às vezes inventávamos de ir para algum lugar pegar um drop despretensioso. Começo de agosto o filho dela começou a ter aulas online, e ela me disse que não iria mais logar pois iria dar apoio a filho, parou no level 100 com 1 mês de jogo. (Setembro) Eu, nessa altura cavaleiro rúnico, tava caçando algum amigo para fazer dupla e lembrei que o sul de Izlude tinha sempre gente para bater papo, fui então. Me certificando pelo rodex que estava no mesmo level que eu, falei com um arcebispo, Seraffyh, 17 anos de idade, gênero masculino, jogando há 5 meses ragnarok, assim como eu não curtia rota de pt para up, veio a se tornar minha companhia de jogo por 4 meses seguidos logando quase todo dia (e amigo de whatssap para qualquer outro assunto fora do jogo), como vocês sabem o segundo semestre de 2020 teve logue e ganhe seguido de logue e ganhe, aniversário de ragnarok , caça de lobo do deserto para ganhar visual, evento de brasilis, enfim , fizemos de tudo. Aproveitando que estava tendo Cheffênia, o que valorizava o preço do fruto de yggdrasil no segundo andar do grupo do éden, fomos até Izlude atrás de troca de pontos da arena de batalha por frutos de yggdrasil, lá percebemos que uma musa tava sempre colada em nós, e resolvemos puxar conversa (é eu sei que a sala tem limite de tempo pra concluir mas agente tava repetindo tantas vezes que não faz mal né), conhecemos Sheilinha rag, 20 anos, gênero feminino, tava jogando faz 2 meses, ela era muito meiga, forte e determinada, morava em Fortaleza, há alguns quilômetros de distância de Seraffyh (também do Ceará). Aliás, eu sou de São Paulo capital. Com ingresso dela montamos nosso clã, me arrependi depois, achava que aquela habilidade de clã chamada "Ferimentos de Glória", daria uns pontos de vitalidade para meus amigos (eu entendia que fora dos castelo significaria qualquer mapa de Rune Midgard, é eu sei, bicho ingênuo). Por meio dela adentrou no clã o Dantes Hell, guardião real, temperamento difícil e bastante competitivo, 19 anos, gênero masculino, tava jogando faz 3 meses. Me arrependi de ter feito a quest de Mora (labirinto da neblina) sem usar o discord, eu havia dito para todo mundo me seguir, mas o Dantes num dado momento começou a avançar sem pensar e voltou ao mapa 4, enquanto agente ficou no 49 esperando ele (deu ruim no final). Ainda fizemos piano, memórias de sarah, orc herói, polvo, torre, e umas quests antigas do bro que não dão mais itens valiosos, conhecemos muitas pessoas, mas não lembro de ter perguntado informações pessoais delas, mas um me chamou atenção, eu estava aproveitando que tinham várias pessoas em Alberta pedindo doação, e resolvi abrir minha plaquinha pedindo também (kkk), aparaceu um bioquímico bem diferenciado, com um visual de cabeça de cachorrinho com capacete de futebol americano, TRE\/AS X. , 45 anos de idade, começou a jogar ragnarok logo quando lançou no Brasil e nunca parou de jogar. Ele me deu itens muitos bons que pude aproveitar na construção de outros personagens, e ainda me ofereceu leech (coisa que ele não costumava fazer para deixar claro), mas eu senti que estaria abusando da boa vontade dele e não aceitei, ele só faz personagem bioquímico, já tinha 12 assim, e excluía personagem para dar espaço pra fazer outro bioquímico e começar um ciclo vicioso assim, dizia ser o Gandalf do ragnarok (referência do Senhor dos Anéis jovens que não conhecem, apesar do Barbávore e o Saruman chamarem o personagem de jovem mestre Gandalf, óbvio que eles tinham séculos de idade a mais que ele kkk). TRE\/AS X. jogava solo, até tinha um amigo de jogo, mas que dado o novo emprego que conseguira, não conseguia mais compatibilizar horários com ele. Um dia descobri que eu e Seraffyh não fizemos a quest de renascimento (transclasse, pulamos direto pra 3ª classe), abafa isso gente. Bom, posso fazer umas conclusões até aqui, conheci ainda ptkk1fps , Lovejoy ~. , Ovadoz , e o curas , ZICABOLADAOO, ' Carolzinhaa ¤~ (essa deletou o personagem), Luka-Mensageiro (fui parceiro do clã dele, Like a God), Dave Soul, DLR. $2 (…) - os jovens até 23 anos na maioria experimentam jogar ragnarok por curiosidade, mas priorizam seu tempo e dinheiro no Free Fire e Mobile Legends ou LOL. Gostam de jogar até o level 100, acham legal a proposta do grupo do éden, não querem saber muito de pvp ou woe. Manter eles no jogo requer sempre atualizações e eventos com premiações legais, quando desanimam é difícil de convencer eles de voltarem. - 23 anos a 35 anos com raras exceções já jogaram ragnarok antes do renewal, 1/3 só fica fazendo personagem até o level 99 buscando a sensação de nostagia do passado, 1/3 desiste logo nos personagens iniciais por uma aversão ao renewal, 1/3 vai além do 100, fica no vai e vem, param 1 semanas, meses mas sempre, SEMPRE voltam (aí que eu me enquadro). Meu clã parou as atividades no final de dezembro de 2020, foi uma experiência incrível. Nunca consegui convencer ele de voltar a jogar, atualmente ela tá viciado em Mobile Legends. Eu ainda segui fazendo um sicário, um doram etc. Parei por 3 meses. Bom, VOLTEI A JOGAR. É, agora é minha vez, meu nick atual é Rodileo, gênero masculino, 28 anos. Voltei à minha jornada em 27/05/2021. Mesmo esquema, upar devagar, conhecer pessoas, procurar amigos e uma boa conversa. Conheço BolinhosGP, também 28 anos, jogava na mesma época que eu, tava querendo ser noviço para ajudar a amiga que também iria entrara no jogo (acho que vai dar casamento…). Ensinei pra ele o que era grupo do éden, rota de up... Cansado de upar nos salgueiros, vou ao grupo do éden e encontro Chica Lirou, 23 anos, gênero feminino, arcebispa, tava conhecendo o rag pela primeira vez, quem joga mesmo é o irmão dela, ela só fica logando umas vezes para bater papo, conversamos sobre animais de estimação. Dia seguinte desço as escadas e encontro alguém com chapéu de piupiu igual ao meu, me chama pedindo doação de 1k para teleporte, é Matrinixi, 25 anos, gênero masculino, falei para ele que tava iniciando e nem sequer tinha 1 k em zeny, foi então que ele me doa 80k de zeny e ainda me dá uns itens e uma carta para eu vender (vai entender ? Não era ele que tava precisando de grana?) Ele me incentivou fortemente a desistir do arqueiro, falou das desvantagens de construir um sentinela, e me disse para fazer um doram, que doram era isso e aquilo tal...Pronto entrei no discord do grupo dele, fiz o doram e upamos juntos até o level 22. Ele me explicou que tava com preguiça de pegar zeny com o outro persona e tal, por isso pediu a grana. Infelizmente do grupo dele só ele joga ragnarok e ainda assim nossos horários não coincidiram mais. Tava fazendo alguma quest dos equipes do éden e entrei na caverna de payon, após terminar, fui andando em direção à saída e o mob de morcegos vindo atrás de mim, percebi que um mago e uma noviça tavam na porta e só depois que eu saí percebi a besteira que tinha feito (atraído os monstros pra cima deles). Voltei, derrotei os morcegos e conversei um pouco com os dois, ela CherryBom1995 nunca jogou ragnarok, 25 anos, gênero feminino, ele, Dainslef1984, 37 anos,tava voltando a jogar naquele dia (parou antes do renewal), enviei carta rodex com as rotas de up para eles. Pirinpimpim, atualmente sábio, conheci ontem, fala pouco, mago, fiquei matando orc adoidado com ele, me senti no Senhor do Anéis viu (não tinha pt naquele horário, então ficou só eu e ele), voltou a jogar ragnarok esse ano. Não sei a idade dele (conheci ontem), só que ele é das antigas (credo, me sinto velho dizendo isso), e estranhou a existência do grupo do éden inicialmente. Bom é isso Elpaipai, vou seguindo minhas reportagens e upando por diversão meu arqueiro e meu doram chamado Rodrik Mob. Ainda estou indeciso por um ou por outro. Até mais.
×
×
  • Create New...

Important Information